sábado, 21 de fevereiro de 2009

Sepultura - Download Duplo - No Coração dos Deuses (1999) e Revolusongs (2002)

Trilha sonora do filme `No Coração dos Deuses` composta em sua maior parte por André Moraes, Andreas Kisser e Iggor Cavalera, as músicas em que os membros do Sepultura participam trazem o tradicional estilo `tribal` da banda, muito bom!
Um dos destaques é a música `Procura o Cara`, com vocais de Mike Patton.

Tracklist
01. O Desconhecido
02. Walkman
03. Bigao De Couro
04. Bruxaria
05. Aldeia
06. Tamandua De Troia
07. Enforcamento
08. Tauana E Pedro
09. Procura O Cara (feat. Mike Patton)
10. Saida Das Canoas
11. Indios
12. Martirios
13. A Feiticaraia De Gabriel
14. Terra De Manoa
DOWNLOAD

Mais cedo ou mais tarde bandas de metal acabam gravando um disco de covers!
A lista é imensa e o Sepultura entrou para ela em 2002, quando gravou `Revolusongs`, mas mantendo seu espírito inovador a banda gravou um disco de covers atípico, em vez das esperadas e até previsíveis músicas punk/hc e metal o Sepultura escolheu músicas, que em sua maioria, não tem muito a ver com a banda, quer dizer, não tinham pois a banda `Sepulturizou` todas as músicas escolhidas, dando uma cara nova às mesmas e conseguindo manter características das gravações originais!
Me lembro quando escutei esse disco pela 1º vez, um amigo comprou ele logo que saiu e eu fui na casa dele gravar o disco, gosto de quase todas as músicas, mas minha preferida é o cover do Public Enemy `Black Steel In The Hour Of Chaos` que teve a ótima participação do DJ Zé Gonzales e do finado Sabotage, aliás essa é a última gravação que Sabotage fez antes de ser assassinado.
Um clip foi feito para o cover do U2 `Bullet The Blue Sky`, que passou bastante na MTV na época, essa música se tornou a mais conhecida de `Revolusongs`, o que a levou a chegar a fazer parte do set list do Sepultura nos shows da época.

TRACKLIST
01. Messiah (cover do Hellhammer)
02. Angel (cover do Massive Attack)
03. Black Steel In The Hour Of Chaos (cover do Public Enemy)
04. Mongoloid (cover do Devo)
05. Mountain Song (cover do Jane's Addiction)
06. Bullet The Blue Sky (cover do U2)
07. Piranha (cover do Exodus)
DOWNLOAD


Sepultura - Bullet The Blue Sky

Sepultura & Mike Patton - Procura o Cara

Sexta - Feira 13 (Friday the 13th, E.U.A, 2009)

Estúdio: Paramount Pictures
Direção: Marcus Nispel
Roteiro: Damian Shannon, Mark Swift
Produção: Michael Bay, Andrew Form
Elenco: Jared Padalecki, Danielle Panabaker, Amanda Righetti, Travis Van Winkle, Derek Mears, Aaron Yoo, Arlen Escarpeta, Julianna Guil, Willa Ford
Ótimo! Me agradou bastante `Sexta-Feira 13`, um muito necessário ´reboot` na franquia de Jason Vorhees, que após 10(!!!) filmes já estava pra lá de sem graça.
O filme retoma os melhores elementos da franquia e os adapta ao século XXI, garantindo diversão durante toda a projeção do longa metragem.
O que chama atenção de cara no filme é o Jason ágil e `inteligente`, chega ao requinte de montar armadilhas (!) para suas vítimas e até faz uma refém (!!!), espectadores espertos vão sacar o porquê de Jason não a matar em uma pequena fala no começo (em um dos começos!) do filme.
Ressuscitando um elemento que estava perdido nos últimos filmes da série, as beldades curvilíneas tem um grande destaque no filme, com direito a generosas seqüências `topless`, o que leva ao tradicional clichê do Jason matar adolescentes enquanto eles transam
.
Um elemento de destaque no filme também são as constantes, e nada sutis, referências à cannabis sativa, ao ponto de a `diamba` ser um dos fios condutores do roteiro.
Viajei na seqüência inicial do filme, em que toda a mitologia da série é repassada de uma maneira bem criativa, após isso o filme entra em outra seqüência, bem longa e sangrenta, e só aí o filme começa mesmo!
O lance ficou tão bem feito que quando o logo inicial do filme aparece você pensa: `Credo, agora que o filme vai começar?!!?`
Adorei!
O `dedão` exagerado do produtor/diretor Michael Bay se faz presente de maneira espetacular, na forma de seqüências impressionantes de ação, e trazendo de volta as mortes realmente `asquerosas`, que um certo clima de puritanismo e medo de arriscar andava não deixando serem tão comuns em produções de terror Holywoodianas.
Quero destacar também a trilha sonora, com direito a muito rap e som pesado, isso mesmo que você leu, rap em um filme do Jason!
Como não poderia deixar de ser, o final, e que final, do filme deixa o gancho mais que explícito para a inevitável continuação, cinemão pipoca do jeito que o gênero deve ser feito, corra e veja no cinema!

Vítimas do Jason

TRAILER



Sin City (2005) - DVD Rip - Download

Sin City - A Cidade do Pecado

Tamanho: 574 Mb
Áudio: Inglês - Legendado
Formato: RMVB
Qualidade: DVD-Rip

Sinopse: Sin City é uma cidade que seduz as pessoas. Nela vivem policiais trapaceiros, mulheres sedutoras e vigilantes desesperados, com alguns estando em busca de vingança e outros em busca de redenção. Um deles é Marv (Mickey Rourke), um lutador de rua durão que sempre levou sua vida a seu modo. Após levar para casa a bela Goldie (Jaime King), ela aparece morta em sua cama. Isto faz com que Marv decida percorrer a cidade em uma jornada pessoal, em busca de vingança. Além dele há Dwight (Clive Owen), um detetive particular que tenta a todo custo deixar seus problemas para trás. Após o assassinato de um policial,Dwight se apresenta para proteger suas amigas, as damas da noite. Há também John Hartigan (Bruce Willis), o último policial honesto da cidade, que restando apenas uma hora para se aposentar se envolve na tentativa de salvar uma jovem de 11 anos das mãos do filho de um senador.

DOWNLOAD
Parte 1
http://www.megaupload.com/?d=4USNSA9W
Parte 2
http://www.megaupload.com/?d=NM6B8G4T

TRAILER


Comerciais de `X-Men Origins: Wolverine` que foram ao ar essa semana nos E.U.A

Comercial 1
Comercial 2
Comercial 3

Estava botando muita fé nesse filme, mas após ver esses comerciais......não sei não!
Pelo jeito o Dentes-de-Sabre vai ser irmão do Logan, ou melhor amigo, não fica bem claro, e o que o Cíclope está fazendo nesse filme?
Sei que é virtualmente impossível um filme baseado em quadrinhos ficar 100% fiel à HQ, mas tem coisas que podem ser evitadas, muitas vezes parece que os produtores desses filmes mudam as características dos personagens e as mitologias dos universos Marvel/DC só pelo prazer de mudar.

Rec 2 - Trailer

Transformers 2 - 2º trailer



V de Vingança - HQ Scan Download


Já que eu falei do Alan Moore aí embaixo nada melhor que colocar uma das obras-primas dele para download!
V de Vingança foi publicado originalmente entre 1982 e 1983 em preto e branco pela editora britânica Warrior, mas não chegou a ser finalizado. Em 1988, incentivados pela DC Comics, Moore e Lloyd retomaram a série e a concluíram com uma edição colorida. A série completa foi republicada nos EUA pelo selo Vertigo da DC e no Reino Unido pela Titan Books. No Brasil, foi publicada em 1989 em cinco edições em cores pela editora Globo e mais tarde pela Via Lettera, em dois volumes em preto e branco; em 2006 teve uma edição especial pela Panini, em volume único, colorido e com material extra.
DOWNLOAD
Link retirado da comunidade do orkut ´V de Vingança – Obra Completa`
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=9446541
CDisplay - programa para ler HQ´s

Alan Moore desanca cinema e HQs - capítulo XVVXIVLX

As entrevistas em que Alan Moore começa a reclamar da indústria do cinema e dos quadrinhos são sempre uma festa para os fãs do barbudo. Provavelmente são também para o próprio Moore, que não é bobo e sabe que suas declarações vão ganhar mais circulação o quanto mais pontiagudas estiverem.
A mais recente foi para a revista inglesa TotalFilm, que nem se deu ao trabalho de publicar as perguntas que fez ao tio Alan e só deixou um punhado de declarações venenosas do criador de Watchmen. Confira uma seleção abaixo:
"A principal razão pela qual quadrinhos não funcionam no cinema é que praticamente todo mundo no comando da indústria de cinema é contador. Essa gente sabe somar e equilibrar o livro-caixa, mas para qualquer outra coisa são burros, incompetentes e não têm qualquer talento."
"Tivemos um produtor de Hollywood particularmente obtuso que disse 'vocês nem têm que produzir o gibi, é só colocar o nome de vocês nessa idéia e eu faço o filme e vocês ganham um monte de dinheiro - é... A Liga de Animais Extraordinários! Vai ser como o Gato de Botas!'. Eu só disse 'Não, não, não. Nunca mais mencione isso para mim'."
"A gente precisa de mais filmes-porcaria no mundo? Já tivemos o bastante. E esses 100 milhões de dólares [orçamento de Watchmen: O Filme e de A Liga Extraordinária] podiam acabar com a guerra civil no Haiti. Além disso, os quadrinhos originais são sempre melhores."
"Na época em que escrevi Watchmen, eu ainda acreditava nos bastardos venenosos [os super-heróis], eu tinha uma opinião diferente sobre quadrinhos de super-herói norte-americanos e o que eles significavam (...). Os EUA têm uma afeição desmedida por lutas desleais. É por isso que armas são tão populares lá - porque você pode atacar de supresa, atirar pelas costas, lutar de forma bastante covarde. O que lá chamam de fogo amigo, no resto do mundo a gente chama de fogo americano."
"Acredito que a grande verdade sobre os super-heróis é que os EUA não iam querer nenhum contra eles. Eles preferem não se envolver em uma briga se não tiverem poder de fogo maior, ou são invulneráveis porque vieram do planeta Krypton quando eram bebês. Acho que essa é a vergonha por trás de todo mito do super-herói norte-americano. É o único país em que esse gênero funcionou. Nós britânicos vamos ver filmes americanos de super-heróis assim como o resto do mundo, mas nunca criamos super-heróis nossos de verdade."

Fonte: Omelete http://www.omelete.com.br

Roteirista detalha projeto de aniversário de 70 anos da Marvel


Anunciado durante a New York Comic-Con, The Marvels Project será um dos grandes lançamentos em comemoração ao aniversário de 70 anos da Marvel. A minissérie em oito edições terá roteiros de Ed Brubaker e desenhos de Steve Epting, a dupla de Capitão América.
"É um épico de espionagem moderno sobre os primeiros dias do Universo Marvel, apresentando aquela época em uma grande história, o que nunca foi feito antes", diz Brubaker, em entrevista ao Newsarama. A série envolve Tocha Humana, Namor, Capitão América, Nick Fury e personagens da época em que a Marvel ainda era conhecida como Timely Comics.
O autor diz ter duas referências principais para a série: o filme Os Eleitos, sobre a corrida espacial, e o Projeto Manhattan, que desenvolveu o projeto da bomba atômica estadunidense - por isso a minissérie ganhou o nome "o Projeto Marvels". Em torno disso, uma grande aventura de espionagem internacional, em que o autor John Le Carré é outra referência.
"Uma das cenas de abertura tem Franklin Delano Roosevelt, presidente dos EUA, em um iate recebendo dados da inteligência que falam do experimento que vai criar o Tocha Humana. Os nazistas estão mais avançados na corrida, e essa é uma das razões pelas quais o Tocha é anunciado numa coletiva de imprensa. O cara que cria o Tocha Humana nem sabe que a empresa que financiou seu experimento é na verdade controlada pelo governo", diz Brubaker.
A série também promete revelar por que Namor passou a odiar a humanidade - na primeira edição de Marvel Comics, de 1939, ele enfrenta o Tocha Humana sem que qualquer razão por trás do seu ódio seja revelada. A partir daí, a história vai até Pearl Harbor e a entrada dos EUA na Segunda Guerra Mundial. Brubaker também coloca que o epílogo deve trazer ramificações para o Universo Marvel contemporâneo.

Joe Quesada volta a falar sobre o filme do Thor


No começo de fevereiro, Joe Quesada, editor-chefe da Marvel Comics, falou sobre a reunião que teve com o cineasta e ator Kenneth Branagh, que dirigirá o filme do Poderoso Thor. Durante a Comic-Con de Nova York, ele voltou a tocar no assunto, para o Comic Book Resources.
"Fui para Los Angeles um dia exclusivamente para falar com ele, para saber como seria o tom do filme. Durante umas seis horas ele explicou como seria o filme e meio que já interpretava os personagens, detalhando a motivação por trás deles e o papel de cada um na hierarquia da família em Asgard. Sim, o filme se passa em Asgard", começou Quesada.
"Não quero colocar palavras na boca de Branagh, mas a mim parecia que ele estava interessado no Universo Marvel, entender de onde esses personagens vieram, ao invés de trazer o mundo dele e adequar os personagens a essa visão dele. Ele parecia muito respeitoso com o material. Citava aspectos da fase de [Jack] Kirby... E ele citava vilões que nem eu conhecia. Acho que ele tem um sucesso nas mãos", emendou.
Quanto ao crossover de filmes da Marvel, finalizou: "Branagh parecia ciente do universo. Ele entende que não é apenas um filme de Thor, mas um pedaço de uma coisa maior. Ao mesmo tempo ele sabe que Thor tem que ser Thor, tem ser algo particular".
Além de dirigir, Branagh também deve ter um papel no filme. O épico tem estréia prevista para 16 de julho de 2010.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Carandiru (Brasil, 2003) DVD Rip Download


Sinopse:Um médico (Luiz Carlos Vasconcelos) se oferece para realizar um trabalho de prevenção a AIDS no maior presídio da América Latina, o Carandiru. Lá ele convive com a realidade atrás das grades, que inclui violência, superlotação das celas e instalações precárias. Porém, apesar de todos os problemas, o médico logo percebe que os prisioneiros não são figuras demoníacas, existindo dentro da prisão solidariedade, organização e uma grande vontade de viver.
Tamanho: 490Mb
Genero: Drama/Nacional
DOWNLOAD
TRAILER

Hip Hop Cultura de Rua (1988) e O Som das Ruas (1988) - Download Histórico!

As duas `pedras fundamentais` do rap nacional, lançadas em 1988 com pouquíssimos meses de diferença ( a Cultura de Rua saiu antes), essas duas coletâneas são os primeiros registros fonográficos de grupos de rap brasileiros.
Já existia uma galera em várias partes do Brasil, principalmente em São Paulo, cantando rap, grafitando e dançando break, mas os grupos que entraram nessas duas coletâneas foram os primeiros a chegarem ao vinil, e são representantes legítimos do que era o rap nacional na época.
O que é interessante nessas duas coletâneas são as diferenças `ideológicas` dos grupos presentes nelas, enquanto a Cultura de Rua (da gravadora Eldorado) trouxe grupos que tinham uma abordagem mais `realista` em seu trabalho, a Som das Ruas ( da equipe de som Chic Show em parceria com a gravadora Kaskatas) apresentava grupos com uma temática mais `povão`, e esse era exatamente o dilema que o rap nacional tinha em seu começo.
Curiosamente os grupos das duas coletâneas (e os produtores também) travaram uma verdadeira `guerra` através da imprensa, com cada um falando que a sua coletânea `era a verdadeira`, num bate boca que prova que as discórdias e quebra paus dos dias de hoje não são novidade nenhuma, o barato é assim desde o começo.
20 anos depois, é curioso ver quem das duas coletâneas vingou e desenvolveu um trabalho e quem ficou para trás.
Sonoramente todas as duas coletâneas soam totalmente datadas nos dias de hoje, mas na época fizeram muito bem o seu papel de serem os `cartões de visita` de todo um movimento.
Comecei a ouvir rap mais ou menos nessa época, cheguei a ter uma cópia em vinil do `Cultura de Rua` , que estupidamente troquei em um sebo, nunca mais vi outra cópia desse disco, quem tem, tem, e não empresta, não vende, não faz negócio.
O disco é uma raridade total, pega R$ 100,00 brincando em sebos especializados.
Na mesma época conheci o `Som das Ruas` também, mas nunca nem vi um vinil dele, tinha as músicas em fitas cassete compradas em camelôs, as famosas `fitinhas`!

1- Corpo Fechado (Thaide & Dj Hum)
2- Código 13 (Código 13)
3- Centro da Cidade (Mc Jack)
4- O Credo (O Credo)
5- Deus A Visão Cega (O Credo)
6- Homens Da Lei (Thaide & Dj Hum)
7- Gritos Do Silêncio
8- Calafrio (Melô Do Terror)
9- A Minha Banana (Mc Jack)
10- Vício (Mc Jack)
11- Cidade Maldita (Mc Jack)1
2- Loucura (Codigo 13)
13- Teu Negócio É Grana (Código 13)
14- A Garota Da Casa (Código 13)
DOWNLOAD
Rap da abolição - Os Metralhas
Sem querer - Catito
Melô da lagartixa - Ndee Rap
Melô da Chic - Mister
Rap love - De Repent
Rap de arromba - Ndee Rap
Foi bom - Sampa Crew
Pega ladrão - De Repent
Check my mix - DJ Cuca
Rap no francês - Dee Mau
DOWNLOAD
THAÍDE & DJ HUM - CORPO FECHADO
OS METRALHAS - RAP DA ABOLIÇÃO
Obs: O Cultura de Rua é relativamente fácil de ser achado na Web, mas o Som das Ruas deu trabalho, só achei ele em um blog chamado `Porém, Ah, Porém` http://cassionei.blogspot.com/
vale a pena visitar esse blog, tem muita coisa de Black Music lá!


Will Eisner - Um contrato com Deus (1978) e O Edifício (1987) - HQ´s Scan Download




Australia (Australia, E.U.A, Australia, 2008)

Estúdio: 20th Century Fox
Direção: Baz Luhrmann
Roteiro: Baz Luhrmann, Ronald Harwood, Stuart Beattie, Richard Flanagan.
Produção: Baz Lurhmann, Catherine Knapman, G. Mac Brown
Elenco: Nicole Kidman, Hugh Jackman, David Wenham, Bryan Brown, Essie Davis, Jack Tohmpson, Brandon Walters

Gostei bastante do filme, um bom looonga metragem, não consegui entender o porque do verdadeiro `massacre` que as imprensas norte-americana e brasileira estão fazendo com esse filme.
Austrália é antes de tudo um épico, com uma duração de quase 3hs e elementos de drama, ação, romance, e também vários momentos de humor.
O filme conta a história de Sarah Ashley, uma aristocrata inglesa que vai para a Austrália por causa de sua desconfiança que seu marido, que tem uma fazenda lá, está `pulando a cerca` com as nativas.
Um amigo de seu marido, o Capataz, é quem a leva até a fazenda, situada no `outback` o interior desértico da Austrália.

Chegando lá ela descobre que seu marido acabou de ser assassinado, e, relutantemente assume a fazenda, o que ocasiona ótimas seqüências em que os choques culturais dão a tônica.
Os acontecimentos levam ela a contratar o Capataz para levar seu gado até o porto de Darwin para ser vendido, a viagem é um dos pontos altos do filme, e como não poderia deixar de ser Sarah e o Capataz se apaixonam durante ela.
O que nos leva à segunda parte do filme, da qual não vou falar muito, basta falar que ela se passa durante a 2º guerra, quando a Austrália foi pesadamente atacada pelos japoneses.

A fotografia do filme, que aproveitou as belíssimas paisagens australianas, é impecável, me deixou de boca aberta, mesmo tendo um interesse enorme pela Austrália e tendo lido vários livros sobre o país é sempre surpreendente ver o tanto que as belezas naturais do país são magníficas!
A cultura Aborígene tem um bom espaço no filme, que tem uma fortíssima mensagem anti racismo, o que eu sempre apoio entusiasticamente!
Um dos principais destaques do filme é o garotinho Brandon Walters, que no papel do pequeno Nullah, rouba a cena em vários momentos.
Não caia no conto da crítica especializada, Austrália é um bom filme, assista no cinema!

TRAILER

















Guidable- A verdadeira história do Ratos de Porão - Trailer



A história sem censura da banda brasileira Ratos de Porão, ou somente, RDP. Uma das mais antigas bandas de Hardcore do mundo. Quase três décadas de drogas, loucuras e muito barulho, contadas pelas pessoas que fizeram e ainda fazem parte desta instituição do rock pesado. Um documentário de Fernando Rick e Marcelo Appezzato, da Black Vomit.
Em breve!

Revista Mundo Estranho - Fevereiro 2009 - Download



Veja 11/02/2009 - Download


Ótima matéria sobre evolucionismo, vale a pena ler!

Marvel na Comic Con New York - Novidades para 2009


A New York Comic-Con 2009 aconteceu neste fim de semana na cidade-sede das maiores editoras do EUA. Elas estavam todas lá, e foi o momento de anunciar vários planos para o resto do ano, no primeiro grande evento de quadrinhos de 2009.
A Marvel Comics dedicou várias horas de conversas com fãs a diversos temas. Confira alguns destaques:
- "Dark Reign", a nova fase pós-Secret Invasion, está por todas as séries, mas também ganhará destaque em minisséries especiais. Dark Reign: Young Avengers, por Paul Cornell e Mark Brooks, mostra Norman Osborn montando também sua própria equipe de Vingadores teen. Dark Reign: The Hood, por Jeff Parker e Kyle Hotz, foca o novo criminoso mais perigoso de Nova York. Haverá também outras minisséries e especiais como Made Men, Lethal Legion, Anti-Venom, Mr. Negative e Zodiac.
- Em paralelo, a saga War of Kings continua no universo "cósmico" da editora. Além da minis War of Kings: Darkhwak e das séries Nova e Guardians of Galaxy, entre outras, o evento expandirá para a Internet com War of Kings: Warriors, uma série de especiais lançados exclusivamente pelo site Marvel Digital Comics Unlimited. A partir de julho, sai (em papel) War of Kings: Ascension, por Dan Abnett, Andy Lanning e Wellington Alves.
- Com Mark Millar e Bryan Hitch completando suas prometidas 12 edições em Quarteto Fantástico, a próxima dupla criativa já está contratada: Jonathan Hickman (Secret Warriors) e Dale Eaglesham (Justiça). Eaglesham também anunciou contrato de exclusividade com a Marvel - antes do Quarteto, ele vai publicar uma história em oito partes na série Amazing Spider-Man, escrita por Joe Kelly. Hickman, por sua vez, também vai escrever a minissérie Dark Reign: Fantastic Four.
- O pintor Gabrielle Del'Otto é outro dos novos contratados exclusivos da editora. Ele faz diversas capas para a Marvel mensalmente.
- Stuart Immonen (Ultimate Spider-Man) será o novo desenhista de New Avengers a partir da edição 55.
- Spider-Woman será a primeira série "blockbuster" produzida pela Marvel diretamente para o formato motion comic - quadrinhos com animação e áudio. Brian Bendis escreve, com desenhos e direção de produção de Alex Maleev. Outras séries de sucesso, como Astonishing X-Men de Joss Whedon e John Cassaday, também serão adaptadas para motion comics.
- Bendis e Michael Gaydos retornarão a Alias para uma minissérie com a personagem em 2010.
- A editora continuará publicando séries baseadas no game Halo. Primeiro concluirá a minissérie atrasadíssima de Brian Bendis e Alex Maleev, depois lançará duas novas minis - uma escrita por Peter David e outra por Fred Van Lente.
- The Marvels Project, por Ed Brubaker e Steve Epting, vai comemorar os 70 anos da Marvel revelando os motivos por trás da luta entre Tocha Humana e Namor em Marvel Comics #1, de 1939.
- Lockjaw and the Pet Avengers, de Chris Eliopoulos, vai reunir o cachorro teletransportador dos Inumanos com vários heróis-animais.
- Justiceiro será o próximo personagem a ganhar uma minissérie da linha Noir, com histórias passadas nos anos 1920.
- Em maio, começa em Skaar: Son of Hulk o arco "Planeta Skaar", a saga que traz o filho de Hulk à Terra, e que promete ser retumbante como "Planeta Hulk".
- "American Son" é o nome do arco de histórias, por Joe Kelly e Phil Jimenez, anteriores a Amazing Spider-Man #600. O foco será na eterna disputa entre Peter Parker e a família Osborn. Depois, na edição comemorativa, é a vez de Doutor Octopus fazer um retorno triunfal - indicativo de que outros vilões clássicos voltarão, o que levará a uma história chamada "Os 666 Sinistros", em 2010.
- O Aranha também ganhará a edição especial Spider-Man: The Short Halloween, escrita pelos atores do Saturday Night Live Bill Hader e Seth Myers, com desenhos de Kevin Maguire.

Skaar: Son of Hulk


Fonte: Omelete http://www.omelete.com.br



DC na Comic Con New York - Novidades para 2009

A New York Comic-Con 2009 aconteceu este fim de semana na cidade-sede das maiores editoras do EUA. Elas estavam todas lá, e foi o momento de anunciar vários planos para o resto do ano, no primeiro grande evento de quadrinhos de 2009.
A DC Comics teve vários painéis para conversar com os fãs, onde se falou muito do que vem por aí nas séries de Superman, o que vai acontecer com as Bat-séries e o status quo após Final Crisis. Confira (e prepare-se para spoilers):
- Superman estará fora da Terra por mais ou menos um ano. Ele estará na maxissérie World of New Krypton, em 12 edições, com roteiros de Greg Rucka e James Robinson e arte de Pete Woods. Os kryptonianos de Kandor criaram um novo planeta para si, Novo Krypton, diametralmente oposto à Terra, do outro lado do Sol. Superman passará o ano lá, numa jornada em busca de suas origens - os escritores dizem que o kryptoniano criado na Terra terá um "choque cultural".
- Enquanto isso, as séries Action Comics e Superman darão destaque aos coadjuvantes: respectivamente, Asa Noturna e Águia Flamejante na primeira (por Greg Rucka e os brasileiros Eddy Barrows e Ruy José) e Guardião, Supergirl, Mon-El, Zatara e outros na segunda (por James Robinson e os brasileiros Renato Guedes e Wilson Magalhães).
- O retorno da série clássica Adventure Comics será a oportunidade para Geoff Johns e Francis Manapul explorarem não só o futuro da Legião dos Super-Heróis, mas também histórias no presente. Ainda não há mais detalhes sobre o conteúdo da série.
- Com a conclusão da minissérie Battle for the Cowl em maio, a linha Batman terá oito séries a partir de junho. Batman será uma delas, com Grant Morrison nos roteiros (e desenhista a ser anunciado). Detective Comics passa a dar espaço a personagens coadjuvantes, com Greg Rucka e J.H. Williams III na produção - as primeiras edições trazem a esperada história da dupla com Batwoman, e os personagens de Gotham City Contra o Crime também vão retornar.
- Sobre as outras séries se falou pouco. Serão: Red Robin, Batman and Robin, Outsiders, Gotham City Sirens e Batman: Streets of Gotham. Não foram anunciadas equipes nem criativas nem personagens envolvidos.
- O editor-chefe do Universo DC Dan DiDio aproveitou para dar uma explicação "quase definitiva" aos fãs sobre a relação entre "Batman R.I.P." e Final Crisis, com a dupla morte de Batman. Segundo ele, após a conclusão de "R.I.P.", Batman aparece de alguma forma no início de Final Crisis, o que leva a sua morte em luta contra Darkseid. Se é que ele realmente morreu.
- Fãs e editores demonstraram animosidade com as histórias de Grant Morrison, consideradas confusas de forma unânime. Após a conclusão da explicação de DiDio, o escritor Greg Rucka comentou: "E mesmo colocando desse jeito, ainda não faz sentido".
- Falando em Morrison, em breve haverá uma nova série ou minissérie com o Homem Animal, que começa com a história "Os Últimos Dias do Homem Animal". Ainda não se sabe a equipe criativa, mas Brian Bolland fará as capas.
- Ainda falando em Morrison, a Patrulha do Destino ganhará uma nova série mensal, com roteiros de Keith Giffen e desenhos de Matt Clark. A série também terá histórias secundárias pelo trio clássico de Liga da Justiça Internacional - Giffen, J.M. DeMatteis e Kevin Maguire - estrelando os Homens Metálicos.
- Em maio começam quatro minisséries dentro da linha Final Crisis Aftermath. São Run, estrelando o vilão Human Flame, Escape, com Nêmesis e a Agência Paz Global, Ink, com o Homem Tatuado, e Dance, com os heróis japoneses Super Young Team. Ainda não foram anunciadas as equipes criativas.
Ainda segundo os editores, os efeitos de Final Crisis começam a ser sentidos nas séries regulares a partir das edições de março.

Fonte: Omelete http://www.omelete.com.br

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Ímpeto (GYN) - Entrevista e download da demo `Canções Para Novelas Globais`

Primeiramente parabéns pela demo, a qualidade ficou muito boa! Vocês estão `matando` as lendas urbanas goianienses, até agora não estou acreditando que a demo do Ímpeto saiu mesmo, agora só falta a do Murder!
Como foi o processo de gravação? Estúdio, aparelhagem, etc....
GUGA:
Opa, fala Natal! Realmente, o Ímpeto ta acabando com o sonho da criançada ensaiando desse tanto e até gravando... rsrrs
Gravamos no velho e bom Marcelo Old. A gravação foi feita em algumas poucas horas, no esquema ao vivo mesmo, só o vocal separado. A aparelhagem é a do estúdio mesmo, não usamos nada de diferente. Nem pedal eu uso. No esquema do Ímpeto mesmo, tosco e fora do tempo.
Adorei o nome da demo `Canções para novelas globais`, ficou a cara da banda, e rolei de rir com a descrição `conjunto de música Rock` e também com a capa, de que mente doentia saiu essa idéia?
GUGA: Eu preciso confessar? Putz... a mente doente é minha. Eu fico fritando nessas coisas e lembro logo dos meus companheiros de obra Bacural, André e Júlio, cada um mais pedreiro que o outro. Pergunta se eles gostaram? Nem sugeriram mudanças. Ah, o conjunto de música rock Ímpeto eu acho que foi idéia do Júlio ou do Bacural, não lembro. Essa capa ta pronta há uns dois anos, ehehehehe..
Agora que vocês estão `abandonando a tosquice` lançaram até uma demo (!!!!), vão fazer um Myspace também?
GUGA: A gente não abandonou a tosquice, se você reparar bem na demo, verá que ela é uma porcaria digna da gente. Sobre o Myspace, eu ainda não consegui entender direito como funciona aquela joça, daí nem sei se vai rolar, mas vamos tentando, eheheh.
Como está sendo a repercussão da demo até agora?
GUGA:Pra ser franco, até agora só repercutiu em você, ninguém comentou nada, hauhauhuhauha, tá um fracasso completo. Mas é porque ainda não começamos uma divulgação mais ou menos, por enquanto só os brothers estão sabendo e tal. Mas quem ouviu falou que ficou supimpa.
ANDRÉ: Postei a demo em um fórum na net, e foi muito bem aceita, a galera elogiou muito. O barato é que mesmo a banda tendo 10 anos de formação, NINGUÉM conhece. Kkkkkkkk somos muito caseiros e vagabundos.
Hora da aula de arqueologia! Quando e como o Ímpeto foi formado?
GUGA:Puta, agora você me apertou... o André conta que o Scream in Silence (hauhuahuah, esse nome é uma desgraça) surgiu em 1997, mas eu me lembro do Ímpeto surgindo em 98 e gravando a primeira demo no mesmo ano, C.P.D.M. (campanha pela destruição musical), lá no estúdio do Gilberto Correia. Até hoje tocamos algumas músicas daquela época, como “A culpa”.
ANDRÉ: O Ímpeto começou em 1997 na verdade, em sua formação original (Bacuras vocal, Guga batera, Jander no baixo e André na guitarra) com o nome de Scream in Silence, kkkkk. Era mais tosco que tudo, e não foi pra frente. Nos reunimos de novo em 1998, no final do ano, e começamos a banda como um projeto paralelo. Eu, Didi e Guga estávamos bem com o Èlet, o Bacural ainda tinha o Anesthesia Brain e o Jander não tinha outra banda. O primeiro show foi com um set de 6 ou 7 sons e uns covers do tipo Olho Seco e RDP da época do Crucificados.
Por quê o nome Ímpeto e por quê o Punk/HC?
GUGA:O Bacural queria que se chamasse Entropia, mas já tinha uma banda paulista com esse nome. Ímpeto é um nome que representa um pouco da atitude hardcore, da empolgação, do momento, da euforia imediata, do surto, enfim, é de repente, como as músicas da banda, rápidas, agressivas e cruas. Ímpeto é o primeiro impulso de reação que se tem. O mundo é pequeno em ação, constitui-se muito mais em reação. E o punk/hc é nossa maior identificação com a música (???), é impetuoso também. E, claro, é a única coisa que conseguimos tocar, eheheh
ANDRÉ: Sobre o nome, Bacural e Guga respondem. Sobre porque Punk/HC, é mais complexo. Uma série de fatores se conjugaram: não sabíamos tocar direito, fato. O punk e o hardcore exigem menos dos músicos e do vocalista. Além do quê, éramos moleques em fins de adolescência, buscando uma pá de respostas que o punk e hardcore, na época, nos davam. E quer saber? Continua dando. Aprendi muito dentro da cena. Grande parte da pessoa que sou devo ao punk hardcore.
Algum de vocês sabe quantas formações o Ímpeto já teve? Qual é a formação atual?
GUGA:Velho, eu não sei te contar a ordem das formações, mas já passaram pela banda o Didi (que na verdade não saiu da banda, apenas está morando um pouco longe, em Madri, pra ser exato, eheheh), o Jander, a Daniela, o Guilherme e, por último, o Alexandre do WC. Atualmente estou eu, Guga, na cítara de seis cordas, o André no banjo de quatro cordas, o Júlio na zabumba e triângulo e o Bacural como crooner.
ANDRÉ: Então, Janderjans Joaninhas da Flanela esteve na formação original da banda, assim como Lúcio Pedreiro Didi. Eu saí por um tempo, mais ou menos um ano, acho que em 2001, enquanto Guilherme Choice esteve na guitarra do Ímpeto. Daniela Canhête esteve com a gente, nos vocais junto com o Bacuras. A banda parou por quase um ano inteiro, até que Júlio WCM entrou. Depois, Alexandre WCM esteve na banda como 2ª guitarra, quando a gente levava um som mais pesadão, quase grind mesmo, kkkkkk. A banda se estabilizou com a atual formação, dos quais 3 são dos tempos inaugurais: Bacuras, Guga e eu.
Quais são as influências musicais do Ímpeto?
GUGA:Cara, a gente escuta muita coisa. Se formos levar em conta tudo o que escutamos, vamos do fusion ao noise extremo. Mas acho que a banda concorda que nossas influências são punks nacionais, Olho Seco, Fogo Cruzado, Are you god?, Cólera.. de fora tem as bandas escandinavas, Rattus, Asta Kask, tem Varukers, Discharge, o Júlio é viciado em Cripple Bastards... vixe, só tem coisa do mal.
ANDRÉ: Cara, cabe muita coisa no Ímpeto. Da minha parte, eu procuro me inspirar no hardcore finlandês e brasileiro oitentista. Mas tem hora que a gente se vê lembrando de umas coisas de punk rock, tem hora que a gente cria umas coisas sem referência mesmo, com a cara do Ímpeto. Enfim.
Quais são os planos do Ímpeto para 2009?
GUGA:Cara, os planos mais concretos são tocar com o Violator e Terror Revolucionário, nosso próximo show e lançamento do demo “Canções para novelas globais”, e ensaiar em julho, que são nossas férias, eheheheheh.
ANDRÉ: Ser uma banda regular, kkkkkkkk. Tocar, divulgar a demo, ensaiar (já fizemos uns 6 ou 7 este ano), fazer sons novos (já compomos 3 este ano), enfim... coisas que uma banda comum faz. Deixar de ser banda “reunion”, com as mesmas 12 ou 15 músicas de sempre.
Alguns de vocês são veteranos do underground goianiense, já participei com vocês de vários shows e festivais, inclusive de várias edições do famoso `Domingão da Brodagem`!
Nesses anos todos de caminhada quais são as principais diferenças que vocês vêem entre aquela época e os dias atuais.
GUGA:Eu sou saudosista pra caralho, então é natural eu falar que aquela época representava muito mais o que éramos do que a cena de hoje. Mas vejo a cena hoje muito mais movimentada, muito mais shows bons, as dificuldades com local são eternas, aparelhagem boa também é raridade no universo punk daqui, mas eu confesso que me divirto muito mais hoje do que antigamente. Eu era minha polícia ideológica, isso não me deixava divertir mais. Hoje sou safado, não me reprimo mais como antes e me divirto muito nos gigs.
ANDRÉ: Dos dinossauros da banda, eu sou o mais novo na cena, passei a freqüentá-la em 1995/1996, por influência de um bróder que tocava no Rat Salad, o Reinaldo. Hoje, sem dúvidas, a tecnologia disponível torna mais fácil divulgar o trampo de uma banda, os instrumentos musicais de qualidade mediana são MUITO mais baratos, os estúdios oferecem mais qualidade de equipamento, tem mais gente envolvida na produção de eventos e selos... é inacreditável como a coisa mudou em menos de 15 anos.
Sei que hoje em dia alguns de vocês são respeitáveis profissionais em seus respectivos segmentos e até pais de família! Como vocês conciliam essas obrigações/carreiras com a banda?
GUGA:Cara, nossa vida profissional não nos permite dedicar mais ao Ímpeto como gostaríamos, porque três de nós somos professores. Mas a vida familiar é tranqüilo, o nosso argumento é forte eheheheh.. não jogamos futebol, então o ensaio e os shows é como se fossem nossa pelada. Só que ao invés de emagrecer, a gente enche a cara e estufa o bucho, hauhauhau. Mas é assim que a gente gosta.
ANDRÉ: Ser casado e roqueiro é menos complicado do que eu imaginei, kkkkk. O que diminui sensivelmente é o tempo disponível para o trampo com bandas, shows, zines e similares. O trabalho suga quase tudo. No meu caso, minha esposa é muito presente. Ela vai em tudo quanto é lugar comigo, e curte pra caralho. Não temos problemas com divisão do tempo entre o rock e o casamento. Inclusive, ela ajuda a escrever o blog Rango Rock, palpitando muito. Ela é a outra parte da equipe, kkkkkk. Em suma, tenho menos tempo do que gostaria pra estar com o Ímpeto.
Que bandas vocês destacam no atual cenário underground goianiense?
GUGA:Eu destaco a volta do Ressonância Mórfica com aquele monstro na bateria, o WC, que é nosso orgulho hardcore, gosto muito do Sangue Seco (eheheheheh, marketing), Fígado Killer, Death from above, putz, tem muita banda foda.
ANDRÉ: Das antigas, sou fã de carteirinha do Desastre. Tenho TODOS os lançamentos deles, com exceção de material em K7. Gosto demais do Ressonância Mórfica. Uma não tão atual, mas que eu pago pau mesmo, porque gosto demais é o Sangue Seco. Outra, que eu escrevi sobre o CD no meu blog, o Motherfish, porque ficou algo sem paralelo aqui em Goiás. Muito bom. Na minha modesta opinião, estes trabalhos que citei destoam dos demais por aqui. Queria demais que o WCM lançasse coisas novas, porque é outra banda que se destacava, pra mim. Os moleques são mestres no que fazem.
E as bandas paralelas de vocês? Novidades?
GUGA:Cara, o André, o Júlio e o Pedrinho estão com um projeto aí que dizem ser do caralho. Eu não vi ainda, porque os caras estão ensaiando escondido da gente. Eu to pensando seriamente em tocar um DRI cover com os macaco-véio do HC-137 e recentemente minha outra banda de punk rock, o Sangue Seco, lançou o CD “No ar cheiro de matança”. O WC parece que ta armando mais alguma gravação e é isso, nunca vamos parar.
ANDRÉ: Júlio e eu estamos com um novo projeto, ainda sem nome e em formação musical. Contamos com Pedrinho Orc e Bruno Vilanãovence pra completar o time. Fizemos alguns ensaios, e ta massa, ta engrenando legal. O Kundaline morreu definitivamente em 2008.
Espaço livre
GUGA:Preservar a cena não é só ir aos shows, é comprar o material das bandas, é incentivar a cultura alternativa, é produzir fanzines e blogs, é divulgar as bandas. Tem muito nego escondendo o ouro, mesmo ele sendo gratuito.
O hardcore tem que ser a irmandade do compartilhamento e da amizade sincera, não os machocore que até hoje a gente vê por aí, arrotando brabeza e preconceitos pra todo lado.
A frase é do meu amigo André: HARDCORE ATÉ ONDE DER!
ANDRÉ: Obrigado por dar espaço à vagabundos descompromissados como nós, Natal! Sua atitude na cena é invejável, coisa pra ser exemplo pra molecada que está chegando.

DOWNLOAD DA DEMO `CANÇÕES PARA NOVELAS GLOBAIS`
BLOG RANGO ROCK
ÍMPETO - MATARAM JOÃO NÍNGUEM

Antônia (Brasil, 2006) - Download


Vila Brasilândia, periferia de São Paulo. Preta (Negra Li), Barbarah (Leila Moreno), Mayah (Quelynah) e Lena (Cindy) são amigas desde a infância e sonham em viver da música. Elas deixam o trabalho de backing vocal de um conjunto de rap de homens para formar seu próprio conjunto, o qual batizam de Antônia. Descobertas pelo empresário Marcelo Diamante (Thaíde), elas passam a cantar rap, soul, MPB e pop em bares e festas da classe média. Mas quando o sonho delas parece começar a se tornar realidade o cotidiano de violência, machismo e pobreza em que vivem afeta o grupo.
DOWNLOAD
TRAILER

Leões de Bagdá - HQ Scan - Download

Em 2003, depois de um bombardeio norte-americano na cidade de Bagdá, no Iraque, quatro leões escapam do zoológico local – e, em meio à devastação causada pela guerra, descobrem que existe um alto preço a se pagar pela liberdade.Inspirado em uma história real, com roteiro de Brian K.Vaughan (Y: O Último Homem, Ex-Machina)e a deslumbrante arte de Niko Henrichon.Vencedor do HARVEY AWARDS® 2007 como melhor graphic novel.

Sepultura European Tour 2009

Espelhos do Medo (Mirrors, E.U.A 2008) - Download


Sinopse: Espíritos de outra dimensão apavoram clientes de um shopping center através de seus reflexos em espelhos. O personagem de Sutherland é um ex-policial que trabalha de segurança no shopping.
Elenco: Kiefer Sutherland (Jack 24 horas), Paula Patton, Cameron Boyce, Erica Gluck, Amy Smart, Mary Beth Peil, John Shrapnel.Direção: Alexandre Aja
Servidor: Easy-Share
Legenda: Embutida PT-BR
Qualidade: DVD-R5
Formato: Rmvb
Formato de Tela: 16×9
Tamanho: 336 MB em 4 partes
DOWNLOAD
TRAILER

Sete Vidas (Seven Pounds, E.U.A, 2008)


Estúdio: Columbia Pictures
Direção: Gabriele Muccino
Roteiro: Grant Nieporte
Produção: Will Smith, Steve Tisch, James Lassiter, Jason Blumenthal, Todd Black
Elenco: Will Smith, Rosario Dawson, Woody Harrelson, Michael Ealy, Barry Pepper, Elpidia Carrilo, Robinne Lee, Joe Nunez, Bill Smitrovich, Tim Kelleher

Bom filme, gostei bastante de `Sete Vidas`!
Desde que eu fiquei sabendo desse projeto estava ansioso para assisti-lo, mas aqui em Goiânia tem um problema sério: muitos lançamentos não vão para os cinemas do centro, vão para os cinemas dos shopping centers, nos quais uma entrada pode custar até R$ 14,00, totalmente fora do meu orçamento!
E foi isso o que aconteceu com `Sete Vidas`, já estava até conformado que teria que baixar ele, passar para um DVD e assistir em casa, não que eu não faça isso, mas acontece que eu gosto de ver os lançamentos no cinema!
Mas do nada o filme entrou em cartaz no centro, em um cinema que eu sempre vou, chamado `Cine Ritz`, R$ 3,00 às segundas e quartas (agora vocês sabem porque eu assisto tantos filmes!), e aí não deu outra, fui assistir `Sete Vidas` ontem!
1º ponto, ao que parece Will Smith está fazendo um esforço consciente para se firmar como ator sério e deixar um pouco para trás sua faceta de homem de ação e comediante, visto que seus últimos filmes estão bem puxados para o drama, o que é uma ótima surpresa.
2º ponto, Rosario Dawson! Tenho uma verdadeira paixão por ela, qualquer filme, qualquer um mesmo, em que ela esteja eu vou assistir, além de linda até dizer chega é bastante talentosa e carismática, dá vontade de abraçar ela e levar pra casa, ainda mais fazendo papel de doentinha!
O filme mostra a história de Ben Thomas, um sujeito que carrega uma culpa imensa por ter causado um acidente automobilístico em que 7 pessoas (inclusive sua noiva) perderam a vida, ele procura aplacar essa culpa de uma maneira, digamos, inusitada.
Esse é o tipo do filme que não dá para se falar muito da trama sem estragar a surpresa para quem for assisti-lo, basta dizer que o filme é um drama daqueles, e que Ben Thomas faz o maior sacrifício que um ser humano pode fazer por outro....
Se você for uma pessoa sensível, pode levar um lenço para o cinema porque você com certeza vai chorar, e muito, no final!
O filme não chega a ser nenhuma maravilha, mas é bom, e nessa fase tão insossa que o cinemão está passando, qualquer filme que fuja um pouquinho que seja do`padrão final feliz` já se destaca, o que é o caso de `Sete Vidas`, acho que falei demais.........
De qualquer maneira, lá pelo meio do filme, quando as pontas soltas da trama começam a se amarrar, espectadores atentos irão sacar na hora o que é que Ben Thomas realmente quer fazer.
Assista no cinema!




TRAILER







Quarentena (Quarantine) - Trailer

Refilmagem Hollywoodiana do ótimo filme espanhol `REC`, esse promete!

Diretor de Cassino Royale deve assumir Lanterna Verde

Depois de muita promessa, finalmente o filme do Lanterna Verde vai começar a andar. A Warner está fechando com Martin Campbell (Cassino Royale) para dirigir. Originalmente, a ideia era que o co-roteirista Greg Berlanti assumisse o posto, mas o estúdio obviamente preferiu alguém mais experiente.
Para compensar, a WB deu a Berlanti a direção de This is Where I Leave You, adaptação ao cinema do romance de Jonathan Tropper.
Campbell é mais experiente mas seu currículo tem altos e baixos: 007 contra GoldenEye, Limite Vertical, Amor sem Fronteiras, A Lenda do Zorro... O trabalho dele em Cassino Royale foi excepcional em matéria de ação, mas até aí as equipes de segunda unidade da franquia 007 são acima da média mesmo...
Na história do filme, que apresenta o universo do herói, cada setor do espaço é protegido por um Lanterna Verde, dotado de um anel que emprega uma poderosa energia verde para criar qualquer coisa que esteja dentro dos limites da imaginação e força de vontade de seu mestre. Quando o Lanterna Verde escalado para defender o nosso setor percebe que está morrendo na Terra, ele envia seu anel para encontrar um sucessor digno. E o escolhido, superando concorrentes como Clark Kent, é o piloto de testes Hal Jordan, que subitamente depara-se com uma missão que jamais imaginou.
Berlanti escreveu o roteiro com Marc Guggenheim e Michael Green. Ainda não há elenco ou data para o início das filmagens.

Fonte: Omelete http://www.omelete.com.br

Reino do Amanhã

Editor-chefe da Marvel comenta apresentação que viu do filme do Thor


Joe Quesada, editor-chefe da Marvel Comics, teve uma reunião ao lado do escritor Brian Michael Bendis com o cineasta e ator Kenneth Branagh para discutir o filme do Poderoso Thor que o Marvel Studios está produzindo. A dupla agora comenta o resultado do encontro.
“Nós passamos sete ou oito horas com Kenneth e ele detalhou meticulosamente o filme de Thor ao lado de Kevin Feige [produtor e presidente do estúdio]. Nós ficamos ali e ele praticamente atuou o filme inteiro na nossa frente", exaltou Quesada. "Ficamos surpresos como esse cara mergulhou na cultura Marvel em geral - não apenas na de Thor -, no Universo Marvel todo. Ele sabia coisas que nem nós sabíamos. Recitou histórias antigas de Thor, continuidade, frases de arcos distintos, pequenos trechos e detalhes de histórias que ele achou fascinantes - material de Jack Kirby, Stan Lee e Walter Simonson e mesmo as HQs mais modernas do personagem. Ele entendeu tudo!", completou o editor-chefe.
Além de dirigir a adaptação, Branagh também deve ter um papel nela. O épico tem estréia prevista para 16 de julho de 2010.

Fonte: Omelete http://www.omelete.com.br

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Dr.Know - The best of Dr.Know (2003) - Download

Uma das minhas bandas preferidas e um dos `mais bem guardados segredos` do Punk/HC!
Nunca consegui entender porque o Dr.Know não virou uma `banda grande`, como várias bandas contemporâneas deles que são conhecidas mundialmente.
Formado no comecinho de 1981 em Silverstrand Beach, Califórnia, por Kyle Toucher, Ismael Hernandez, Robin Cartwright e Brandon Cruz, a banda gravou algumas demos e se tornou uma atração constante no circuito Punk/HC californiano.
Mas em 1983, durante o começo das gravações do clássico disco `Plug In Jesus` Cruz deixou o grupo por causa de conflitos com os outros membros do Dr.Know, o que fez com que Toucher assumisse os vocais da banda.
Após isso um autêntico `entra e sai` aconteceu na banda, até que em 1991 a banda encerrou suas atividades.
Em 1996 o Slayer regravou o clássico do Dr.Know `Mr. Freeze` para o disco `Undisputed Attitude`, o que causou um certo interesse na banda.
Em 1998 Cruz entrou em contato com Hernandez e chamaram Toucher para retornar a banda, Toucher não aceitou o convite, mas Cruz e Hernandez conseguiram alguns músicos e remontaram a banda, conseguindo fazer uma tour norte-americana.
Em 2001 Cruz foi chamado para tocar no `Dead Kennedys`, no lugar de Jello Biafra, com essa formação do Dead Kennedys Cruz chegou a tocar no Brasil.
Ainda em 2001 o Dr.Know participou do disco `A Punk Tribute to Metallica` com o inesperado cover de `Master of Puppets`, que foi um dos destaques do disco.
Em setembro de 2005, junto com outras bandas, o Dr.Know tocou em um show beneficente para as vítimas do furacão Katrina, o show foi realizado no lendário CBGB.
A formação atual da banda é Brandon Cruz (vocal), Ismael Hernandez (baixo), Steve Contreras (guitarra) e Rick Contreras (batera), pelos sobrenomes dá pra ver a incidência de hermanos na banda!
Inclusive no Myspace o som deles está definido como Punk/Meta/Latin
Em 2008 o Dr.Know lançou o disco `Killing for God` pelo seu próprio selo, o Unrest Records.
No momento a banda se prepara para cair na estrada divulgando o novo disco, primeiro nos E.U.A e depois na Europa.
Tomara que venham ao Brasil!
DOWNLOAD
Dr. Know - Watch It Burn
Dr. Know - "In The House" Live at The Whisky
Dr. Know - "God Told Me To" Live at The Whisky


17 ANOS DE HOCUS POCUS - 07/02 - GYN


Show com as bandas

Dejeto HC
Death From Above
Diego de Moraes e o Sindicato
Sanguínea
Volúpia di Baco
Mob Ape
Bang Bang Babies
Corja
Descarga Negativa


07/02 – Sábado – A partir das 14:00
Local: Galpão em cima da Hocus Pocus – Av. Araguaia, 957, Centro
Preço: Antecipado R$ 5,00 Na hora R$ 7,00
Ingressos antecipados na loja.

Inf: 3091 1927/ 9991 8269/ 9632 7987
Link das bandas

Cloverfield (E.U.A, 2008) - Download

Tamanho: 323 Mb
Áudio: Inglês
Legenda: Português
Formato: Rmvb
Gênero: Ação
Ano de Lançamento: 2008

Sinopse:Um monstro gigante ataca Manhattan, deixando a população em pânico. Todo o terror espalhado pela criatura é acompanhado por meio de registros feitos por pessoas nas ruas, com suas câmeras de vídeo caseiras.
DOWNLOAD

TRAILER


1º poster de `X-Men Origins: Wolverine`


Warner oficializa diretor do filme de He-Man

Como o site Latino Review adiantou em novembro, o filme de He-Man ganhou um diretor. A Warner Bros. oficializou John Stevenson, artista de storyboard em animações como Shrek 2 e Madagascar, que estreou na direção de um longa com Kung Fu Panda.
Um detalhe: no anúncio, o filme não é chamado de Grayskull, como foi tratado por meses, mas Masters of the Universe, a exemplo da linha de bonecos da Mattel e fatídico filme de 1987 estrelado por Dolph Lundgren.
Outra questão que foi respondida: o filme não será uma animação, mas uma aventura em live-action. A WB não especificou como será o formato, porém. Originalmente a ideia era filmar com captura de movimentos e fundo digital. Vamos aguardar.

Fonte: Omelete http://www.omelete.com.br

Notorious (E.U.A, 2008) - Download

DOWNLOAD
Parte 1
http://www.megaupload.com/pt/?d=55GNRLJM
Parte 2
http://www.megaupload.com/pt/?d=SH0HMHP4
DOWNLOAD DA TRILHA SONORA
http://www.megaupload.com/pt/?d=3NJONQ9T

TRAILER


http://www.notorious09.com/


Não consegui encontrar o filme legendado, vocês terão de assisti-lo em Inglês mesmo, vou tentar legendar o filme, se eu conseguir eu posto ele aqui de novo!