sábado, 25 de abril de 2009

Goiânia Gangsta - Entrevista

Grande Relry! Goiânia Gangsta é um nome bem forte, o tipo de nome que você escuta uma vez e não esquece!
Por quê vocês escolheram esse nome? O que vocês querem transmitir com ele?
Em primeiro vem o “Goiânia” que quer dizer a cidade de nossa criação, pois na época (da escolha) do nome do grupo tipo em 94/95, por aí....os caras estavam sempre pondo nomes gringos em crews de Break e até em nomes de grupos e vulgos de MC’s, então resolvemos por o nome de Goiânia em primeiro, tipo como se fosse uma homenagem à nossa cidade ( tipo uma coisa bem brasileira ), já o “Gangsta” foi e é inevitavel , pois é o estilo de som que fazemos, das variações do Gangsta-Life e do Gangsta-Som temos conhecimento em ambas, porém hoje mais maduros, mais velhos e pais de família, fazemos apenas o Gangsta-Som, que é um som de resistência e pesado ( e já em se tratando do Goiânia Gangsta eu até adicionaria “inteligente” também aos quesitos resistente e pesado),somos a contra-mão dos 90% do movimento rap atual,somos a verdade que não passa no jornal, porem não vivemos da tragédia .

Apesar de conhecer vocês a `milianos` nunca entendi direito a parada de Goiânia Gangsta (Nova Era Attack), vocês tem dois nomes?
Sim mano, temos dois nomes sim, “Nova Era Attack” significa “ uma nova jornada rumo à vitoria” ou uma nova era de rappers no ataque, e tanto faz dizer “Goiânia Gangsta” ou “Nova Era Attack”, é tudo a mesma coisa, no começo era para ser um nome só, tipo os dois juntos formando um, mas dá pra se ver que mesmo separados tem um grande peso na pronúncia, então resolvemos deixar como sendo dois nomes ou nome e sobrenome ...tanto faz.

Quando e como o Goiânia Gangsta foi formado? Quem já passou pelo grupo? Qual é a formação atual?
O Goiânia Gangsta foi formado através de uma fragmentação que aconteceu entre varios MC’s que colavam juntos, dessa fragmentação surgiram na época o Goiania Crime, o M.W.N e também o Goiânia Gangsta, todos oriundos da mesma parada, da época da Irmandade Gangsta Meta .
Desses três o Goiânia Gangsta foi o último a apresentar um som oficial do grupo, coisa que aconteceu em 96 com a musica “Passa a Bola”. O grupo começou com eu e o Billy Gangsta ( Negão ), aí depois se juntou a nós o também até hoje parceiro WG, com o passar do tempo veio também o nosso amigo de infancia “Marcio” ...mas ficou apenas uns 2 anos e se converteu ao cristianismo, em 2006 aliou-se a nós a backing vocal “Aldenize” e hoje contamos também com o mano “Dérick” que é um antigo amigo nosso.

Quais são as influências musicais do Goiânia Gangsta?
Cara essa parada de influência é complicada , nós gostamos de vários rappers e formações diferentes, porem não temos nenhum grupo ou pessoa como influência, o Goiânia Gangsta tem com si mesmo a obrigação de ser diferente ( não por questão de querer passar por cima dos outros ) mas para seguir o padrão de início do grupo que era “ ser diferente”, e se nos deixarmos influenciar então seremos iguais a um ou outro, e assim quebraríamos a corrente .

Estou sabendo que vocês estão para lançar um CD, minha pergunta é: nos dias atuais, com a indústria fonográfica praticamente morta, compensa lançar um CD oficial prensado?
No nosso caso em específico compensa sim , pois temos com a gente essa obrigação, o Goiânia Gangsta tem quase uma década e meia , então temos que lançar um CD original ...algo oficial mesmo , e não vamos fazer muitas copias não, é mais uma parada pros amigos e pra quem curte um bom som do gueto mesmo.
Mas a indústria fonográfica não está tão morta assim, eu creio que se você ao longo da caminhada conseguiu fazer amizades e um publico sólido então estas pessoas vão sim comprar o seu trabalho, ainda mais no caso do Goiânia Gangsta, pois tem muita gente esperando esse CD, e digo que não se arrependerão, pois será um CD só com inéditas, no melhor estilo Gangsta .

Como está sendo/foi o processo de gravação do CD de vocês, estúdio, músicas, etc...?
O processo de gravação está sendo natural e bem trabalhado, não temos aquela pressa prejudicial para lançar, tipo já esperamos tempo demais e não é por causa de alguma necessidade ou capricho que vamos jogar nas ruas um trabalho precipitado, estamos gravando e fazendo todo o processo com o Sergio do
Studio-R ( que em se tratando de rap é o mais antigo e até o melhor do estado na minha opinião ) as letras estão bem trabalhadas e estudadas, as bases estão sendo produzidas. ..tá tudo caminhando para ser um clássico , eu espero e peço a Deus que retribua a nós todo o esforço que estamos empenhando nesse CD pois revogamos de nós mesmos o direito de errar ....quem espera algo do Goiânia Gangsta não pode se arrepender, não estamos fazendo letras só para lançar ....estamos fazendo letras por momentos e sentimentos .…não tem nada feito por obrigação, é tudo natural, os temas são os mais variados possíveis, vamos revolucionar dentro da revolução e contamos com todos .

Vocês, juntamente com o Cães do Subúrbio, participaram do `marco zero` do Hip Hop goiano, a coletânea `Legião do Rap`.
Como foi a correria da gravação do `Legião do Rap`?
Cara o Legião do Rap 1 foi algo único na vida de quem participou e na vida de quem ama de verdade o rap goiano, foi tudo preparado ...estúdio , capa e grupos, porem não deixava de ser uma coisa inédita para aquela época ( em que até ainda se via fitas cassete de rap vendidas nas feiras ) foi algo novo na vida de cada um, agradecemos demais a correria do DJ Fox e do Rinaldo ( União Racial ) que foram mentores também nessa façanha , o Legião do Rap 1 foi `o CD`(proporcionalmente à epoca ) e eu tenho orgulho de falar que eu fiz parte disso, eu tenho orgulho de falar que o Goiânia Gangsta fez parte disso e tenho orgulho de falar que isso é NOSSO !!!!, nós e os Cães Do Subúrbio entramos de última hora na coletânea ...foi uma parada meio rápida ...na época estávamos meio sumidos e resolvemos aparecer quase que de última hora, o Fox disse : “ Goiânia Gangsta e Cães do Subúrbio está rolando uma coletânea de rap goiano e vai ser o marco do rap para Goiás , porém temos apenas mais uma vaga” …e como éramos dois grupos eu lembro que até o Garcia ( Fernando ) disse : “ então é isso !!! teremos Goiânia Gangsta e Cães do Subúrbio juntos num único som”, na hora eu disse que tinha em mente a base e o Marcio também disse a mesma coisa ( risos ) estávamos pensando na mesma base ( do Lunis ) daí foi aquilo …fizemos o som em 2 dias e gravamos no terceiro, o som foi uma das grandes explosões do CD, agradecemos a Deus, ao Fox, e a todo o público goiano .

Como vocês, autênticos veteranos da cena Hip Hop goiana, vêem a cena de hoje em termos de público, qualidade dos grupos, eventos, etc....?
Fale também sobre as principais diferenças da época que vocês começaram e os dias de hoje.
Cara, nós vemos a cena goiana hoje como algo que precisa ser repensado em primeiro plano, pois há muitos grupos começando do nada e sem nenhuma estrutura psicológica ou cultural em termos de entendimento, todo mundo quer ser MC, não generalizo mas a cena aqui tá saturada de quantidade e qualidade são poucos que tem ( porém essa minoria honra até a alma nosso estado e nosso rap ), tem sim também os grupos que são novos mas que possuem uma bagagem mental proporcional ao tanto necessário para se ter identidade em algo que se faça, e digo que Goiânia também nos dias de hoje tem sim o lado bom também, pois temos mais estúdios e maior estrutura para lançarmos (trabalhos), temos mais facilidades em lidar com a fonografia nacional, porém a desorganização é algo que dificulta, antigamente tínhamos bailes com o dobro ou o triplo de pessoas que tem hoje na maioria das ocasiões .
Naquela época nós deixávamos de fazer um lanche para guardar a grana para pagar a passagem do ônibus, deixávamos de comprar uma roupa que queríamos muito para podermos juntar (grana) e pagar o estúdio ...não tínhamos computadores, as bases eram feitas em teclados e módulos de som ...demorávamos mais para fazer um trampo, era tudo mais difícil mas parece que o bagulho era feito com mais amor, era feito com suor e muita dedicação, hoje os caras compram um computer e adaptam um mic nele e pronto ...já saem gravando qualquer merda e soltando em myspaces falando que é rap ( sem generalizar ).

Quem vocês destacam dos grupos da nova geração do rap goiano?
A nova geração do rap goiano também tem seus talentos que merecem nosso respeito e também a atenção dos demais, eu cito o “Outro Nível” ( grupo da posse VMG , formado por Mortão e Domba, eles tem muita versatilidade e mesclam bem as idéias under de rap com algumas batidas e temas diferentes ...às vezes usam até rock ), eu creio que o grupo “A Base” ( do Jorge ) também tem umas letras boas que merecem ser melhor divulgadas, o grupo D-creto da nossa posse TNT também é relativamente novo, mas possuem uns sons e umas letras lokas demais,o grupo do Mano King também tá fazendo um trampo até legal ( Maloka.com ) e por aí vai …tem vários grupos novos que são bons e diferenciam-se da maioria que começa só em busca de aventuras e sem noção nenhuma das coisas.

E a posse T.N.T (Trama dos Nobres Terroristas)? Quais grupos fazem parte dela? Quando vocês a montaram?
A TNT foi formada em 2006 por mim e pelo DJ Jax ( até então Soldados Suburbanos e hoje D-creto ) somos : Goiânia Gangsta Nova Era Attack , Soldados Suburbanos , D-creto e Cães do Subúrbio

Lendo uma entrevista sua em outro blog fiquei sabendo que você está escrevendo um livro!
Em que pé está esse projeto? Pode adiantar alguma coisa do enredo do livro?
Sim mano eu tô fazendo um livro, o nome é : NOSSOS CEGOS OLHOS ABERTOS “SEU DIARIO INCONSCIENTE”, não tem nada a ver com rap, é um projeto diferente em minha vida, estou escrevendo sobre uma pessoa “azarada” e sarcástica e seus mais variados pontos de vista sobre os mais bizarros e trágicos acontecimentos de nosso mundo e de nosso dia a dia, estou escrevendo de acordo com que me vem as inspirações ...não tô fazendo nada forçado, tipo esse livro não é biográfico ( digamos que seja sim, uns 15%, o restante é ficção com realidade ), creio que já devo estar em mais ou menos 60% ou algo assim para concluir a obra, não quero fazer um livro grande demais e nem muito breve ...quero fazer uma parada bem dosada, em breve vou estar lançando a intro e o release dele na comunidade do Goiânia Gangsta na internet .

Relry, por acaso achei a comunidade `Tretas do Rap Nacional` no Orkut, o membro mais ativo da comunidade é você, você `atiça` os caras!
Fale um pouco dessa fita.
Essa parada da comunidade no orkut tem vários tipos de interpretação, eu encaro como um entretenimento ( lógico que às vezes eu falo serio também ) mas é uma coisa de momento, é um exercício pra mente …as vezes eu atiço alguns caras em alguns debates por lá, mas as vezes esses caras não estariam preparados para responder algo em uma outra ocasião …e depois de quebrarem a cabeça para se mostrarem por lá eles já passam a adquirir esse conhecimento ou essa certa habilidade, um exemplo bom foi quando um membro da comunidade postou um som que era estilo uma diss pro rapper Cabal e eu fui e perguntei a ele o por que desse grupo ter feito uma diss logo pro Cabal sendo que tantos outros grupos e rappers estão dando “pisadas” pelo Brasil afora …daí ele disse que era porque o Cabal fez um som com o Chitão e Xororó, e eu dei esses exemplos a ele : “ANTES do Cabal fazer um som com os sertanejos já tinha acontecido isso ,
1- os Racionais já tinham ido no Programa Livre do Serginho Gózma
2- o Luo já tinha cantado com o KLBesta
3- o Consciência Humana já tinha gravado com a Elba Zérramalho
4- o PMC já tinha gravado com o Jairzinho ( nada contra )
5- o Brown já tinha gravado com outro pagodeiro ...Netinho
6- o Helião já tinha cantado no programa do Leão
7- o Thaide já tinha assinado um contrato-seriado com a Globo
8- o Bill já tinha cantado no Faustão
9- o D2 já tinha gravado com mil sambistas e pagodeiros diferentes
10- o Detentos do Rap já tinham feito matéria exclusiva e lançado um clipe na rede Globo” ,
…daí perguntei pra ele se esse grupo ficou com medo falar algo a respeito desses outros e acharam melhor fazer uma diss pro Cabal ( risos ) o cara ficou meio sem resposta, eu não gosto do Cabal a ponto de defende-lo mas também não vou me dedicar a acabar com ele, não tenho nada contra ( aliás nada contra nem um dos citados ) só que resolvi colocar essa “lenha na fogueira” e é inevitável falar que isso estimulou o cara a pensar melhor sobre os fatos, hoje em dia no rap o povo só quer moleza …só querem facilidades …querem começar num dia e lançar no outro, não querem falar sobre temas mais complexos e nesse caso aí ficou a entender que o tal grupo achou mais conveniente mexer com o Cabal do que com algum desses outros citados, ou seja : “ facilidade né?” .
Então é bom (rolarem) essas paradas virtuais, não podemos negar que a net tá desbancando muitos tabus, e eu tenho esse espírito de confronto dentro de mim
( quem me conhece sabe ) então eu ponho mesmo “lenha na fogueira” lá na comunidade, e espero que ninguém leve pro lado pessoal ( por que eu não levo ), pode ver que até nos nomes dos artistas eu tiro um sarro, mas é bom promover essas disputas, o ser humano evolui com as disputas ...tudo que fica parado demais acaba se atrofiando, e tem também aquele fator de eu ser “ do contra” né? ( risos ).

Sei que você é super atualizado em relação a novos grupos, lançamentos, etc...
O que você está escutando de rap nacional/internacional atualmente?
Eu escuto pouco rap nacional quando estou em fase de composições de sons, mas atualmente estou ouvindo algumas musicas do Shawlin ...estou escutando muito o Black Alien também, algumas do Gutierrez, estou ouvindo alguns sons do MC Lethal e da banca dele aqui de Goiânia e todas as músicas novas da TNT ( que mais pra frente estarão à disposição do publico ) .
Internacional eu escuto muito o Califa Thugs ( sou fã ), gosto demais também do Immortal Technique e do Tech n9ne, o KRS-One lançou um disco recentemente que também ficou muito bom, escuto também ainda dentro da mesma linha do rap o Orishas ( cara eu sou admirador mil grau do Orishas ) .
Gosto muito das antigueiras tambem …tipo RBL , Ray Loov , Mac Mall , Bone, etc… enfim, tudo que é bom.

E fora do rap? O que você escuta?
Fora do rap eu também escuto muita coisa , ultimamente estou ouvindo muito o Red Hot Chilli Peppers , os Tribalistas ( antigo mas é bom ), escuto também, por incrível que pareça, aquele CD do “Irmão Lázaro” gospel …aquele cara tem uma criatividade e uma musicalidade fora do comum .
E claro os de praxe que fazem parte também da minha “criação” né ..tipo os Titãs, Zé Ramalho, Raul Seixas, Legião Urbana …essas paradas aí.

E a parada de `Relry Branco Tipo A`?
Quem não te conhece pode ter uma idéia errada sobre isso.
Explica esse lance aí.
Diante do vulgo “branco tipo A” tanto faz se a pessoa me conhece ou não, se ela for “burra” ou alienada de qualquer jeito não vai entender, as pessoas mais desinformadas e desprovidas de uma cultura geral acabam “gostando de acreditar apenas no que convém, independente de isso ser ou não uma verdade”, exemplo : se você vê alguém usando uma roupa com a escrita “preto tipo A” ou se autodenominando “preto tipo A” então porque que eu não posso ser “branco tipo A” ???
É tudo uma questão de lógica ...e só não enxerga (isso) quem não tá a fim mesmo de acompanhar o bonde, mas isso é só um exemplo …eu nunca tive problemas com esse vulgo , nem aqui em Goiânia e nem fora, às vezes alguém me pergunta sobre isso na internet ...mas perguntam apenas por curiosidade e não com intuito de gerarem contendas, até mesmo por que já deixei claro que “branco tipo A” foi um vulgo que surgiu quase que tipo de uma brincadeira …daí resolvi levar à frente e tá até hoje, também acho que não me importaria se alguém tentasse me fazer entrar em contradição ou em conflito por causa desse apelido …eu não me importo com esses tipos de coisas .

Espaço livre
Agradeço a você Natal pelo espaço, quero deixar claro que mesmo com tantas adversidades eu ainda confio muito no rap goiano, agradeço as pessoas que ajudaram a fazer o Nova Era Attack ser o que é hoje em Goiás, mando um salve especial pros meus irmãos da TNT e a todos os simpatizantes dessa nossa cultura que nunca irá morrer, fiquem com Deus.
DOWNLOAD DE SONS DO GOIÂNIA GANGSTA
Goiânia Gangsta-Psicopatas Na Rima
Goiânia Gangsta-Se você for Embora
Goiânia Gangsta-Que Vida É Essa
Goiânia Gangsta-Pode Queimar
POSSE T.N.T

Sepultura - Live in Quilmes Rock 2009 - Buenos Aires - Argentina - Download - Video e Áudio

Em 28/03/2009 o Sepultura tocou pela primeira no, apesar de recente já tradicional, Quilmes Rock Festival, em Buenos Aires, Argentina.
O Quilmes Rock é patrocinado pela tradicional (e ótima) cerveja argentina Quilmes, é organizado anualmente desde 2002 e está levando vários medalhões de peso à Argentina.
Entre os artistas que se apresentaram nas edições anteriores estão: Die Toten Hosen, Wailers, Aerosmith, Placebo, Evanescence, Velvet Revolver, Bad Religion, Korn, Lenny Kravitz e Ozzy Osbourne, e obviamente uma pá de bandas argentinas.
As atraçõesprincipais desse ano foram Iron Maiden, Kiss, Radiohead, Kraftwerk, Sepultura, e Molotov.
O Quilmes Rock não é realizado em único dia, e sim em 4 fins de semana nos meses de março e abril.
Apesar da verdadeira `latada` que é abrir um show do Iron Maiden, o Sepultura se saiu muito bem, com certeza por causa de sua ótima aceitação entre o público portenho desde sempre.
Odeio a ladainha `patriótica`/idiota que uma certa parcela da imprensa e da população brasileira insistem em fazer contra a Argentina e os argentinos, já fui lá e fui muito bem tratado, pessoas ordinárias existem em qualquer lugar do mundo, aqui mesmo é cheio de zé povinho.
Enquanto certos brasileiros insistem nessa visão preconceituosa contra os argentinos, eles estão se fortalecendo economicamente e conquistando seu lugar no mundo globalizado, uma prova cabal disso é um evento da proporção do Quilmes Rock.
Uma curiosidade: O show do Iron Maiden/Sepultura no Quilmes Rock desse ano foi realizado no estádio do Velez Sarsfield, tradicional time argentino que já jogou algumas vezes contra times brasileiros na Libertadores da América.



DOWNLOAD - VIDEO

Os Supremos (2002-2004) - HQ Scan Download

Ótimo trabalho do genial `escocês louco` Mark Millar e do talentoso Bryan Hitch, Supremos é a versão Ultimate Marvel dos tradicionais Vingadores.
Uma das coisas que eu mais gosto nesse trabalho é a abordagem realista que Miller fez dos Vingadores, introduzindo elementos que estão sendo usados nos filmes que a Marvel está produzindo, Millar tornou crível a existência de super-heróis entre nós e as consequências que isso geraria em nosso mundo.
Gosto muito da abordagem que Millar fez do Capitão América, descartando (quase) toda aquela baboseira boazinha/patriota e deixando bem claro que o Capitão é um soldado que lutou na 2º Guerra Mundial, e numa guerra os soldados matam pessoas!
Baixe!


Espíritos - A Morte Está Ao Seu Lado (Shutter,Tailândia, 2004) - Download


Viajo nesses filmes asiáticos de terror, eles são bem diferentes do que nós ocidentais estamos acostumados a ver em produções do gênero, não se importam em contar a história com pressa, vão construindo a trama aos poucos, deixando pistas aqui e ali, e mais sugerem do que mostram o terror, mas quando mostram......é apavorante mesmo!
Recentemente esse filme foi regravado por Hollywood com o mesmo título, mas no Brasil foi lançado como `Imagens do Além`, a regravação não chega nem aos pés do original....
Como quase sempre acontece com as refilmagens Hollywoodianas de filmes de terror asiáticos.
Uma das coisas que eu mais gosto nesse filme é o fato de ele ter sido gravado em tailandês, um idioma totalmente exótico aos nossos ouvidos.
Sempre procuro assistir filmes com o seu som original, acredito que isso nos ajuda a realmente entrar no clima do filme, e também aumenta nossa cultura geral, acho isso uma ótima chance de entrar em contato com uma língua estrangeira, odeio assistir filmes dublados!
Sinopse: Thun (Ananda Everingham), um jovem fotógrafo, e sua namorada Jane (Natthaweeranuch Thongmee) atropelam acidentalmente uma pedestre. Eles fogem da cena do crime e retornam às suas vidas normais, em Bangkok. A partir de então Jane passa a ser atormentada por estranhos pesadelos, enquanto que Thun nota que em suas fotos aparecem estranhas figuras, parecidas com fantasmas. O casal decide investigar o fenômeno e encontra outras fotografias com imagens sobrenaturais. Paralelamente os melhores amigos de Thun começam a morrer, um a um, de forma misteriosa.
Tamanho: 201 Mb
Áudio: Tailandês
Legenda: Português
Formato: RMVB
Qualidade: DVD-Rip
Gênero: Terror
Ano de Lançamento: 2004
DOWNLOAD
TRAILER

Batman completa 70 anos

Você pode não ter percebido, mas no último sábado, dia 18 de abril, Batman apagou velinhas. Setenta delas, para ser mais exato.
Apesar de o Homem-Morcego ter debutado numa revista, Detective Comics #27, com "MAIO, 1939" na capa, os estudiosos dos sites The Golden Age of Comic Books e Silver Age Comics garantem que a edição chegou às bancas dos EUA em 18 de abril de 1939.
Portanto, há exatos 70 anos, vários garotos estavam conhecendo a estranha mistura de Zorro, Sombra e outros heróis pulp - ícone que hoje, em seu filme mais recente, bate US$ 1 bilhão de arrecadação mundial. Portanto, feliz aniversário, morcegão.Entre mortes mal explicadas e batalhas pelo manto, a DC Comics celebra como pode - saiba mais

Fonte: Omelete http://www.omelete.com.br

Velozes e Furiosos 4 (The Fast and Furious 4, E.U.A, 2009)

Roteiro: Chris Morgan
Produção: Vin Diesel, Neal H. Moritz
Estúdio: Paramount Pictures
Elenco: Vin Diesel, Paul Walker, Jordana Brewster, Michelle Rodriguez, Laz Alonso, Wilmer Calderon, Sun Kang, Gal Gadot, John Ortiz, Kofi Natei

Muito bom, filme de ação é isso aqui!
Trazendo de volta o elenco original do 1º filme, `Velozes e Furiosos 4` `ousa` ao trazer uma certa `maturidade`, com uma até que razoável trama policial, que cinéfilos inveterados `matam` em 1 minuto.
Nessa 4º parte da franquia, Dom e sua gangue estão vivendo na América Central, cometendo assaltos de gasolina de caminhões-pipa, e a maneira como eles assaltam esses caminhões garante doses elevadas de adrenalina.
O envolvimento deles com uma mega traficante chamado Braga causa a morte de Letty Ortiz, paixão de Dom, o que o leva a retornar aos E.U.A para desvendar o assassinato de Letty e vingar sua morte.
O retorno de Dom aos E.U.A, engata e dá partida ao filme.
Apesar de nem saber dirigir gosto bastante de `Velozes e Furiosos` e seus inúmeros clones, adoro a fórmula carrões possantes e/ou tunados + garotas + cenas de ação + rap e/ou som pesado!
`Velozes e Furiosos 4` traz mais do mesmo, mas de uma maneira ligeiramente diferente, ao adicionar um certo `sabor latino` à trama, Justin Lin acertou na mosca!
Como já é uma tradição em filmes desse tipo, o elenco feminino é de primeira, coisa de louco, inclusive rolam alguns `amassos` lésbicos em festas pra lá de animadas!
Como não poderia deixar de ser, as cenas de ação com os carros são o destaque total do filme, e fazem a festa dos aficcionados, com várias e várias corridas durante o filme.
Gostei do final, que traz uma certa `rebeldia` em tempos politicamente corretos e deixa pontas soltas para o inevitável `Velozes e Furiosos 5`, que segundo o próprio Paul Walker, talvez seja filmado no Brasil!
Lado ruim do filme: Apesar de gostar do Vin Diesel como ator, tenho de admitir que nesse filme ele abusou do direito de fazer um mau trabalho, sua atuação é lastimável, ele só tem duas ou três expressões faciais no filme inteiro, uma de pensativo, uma de grilado, e uma de triste.... lamentável, em seus últimos filmes ele estava até atuando bem, vai entender.......
Cinemão pipoca de boa qualidade, escapismo total, você entra no cinema e esquece de todos seus problemas por 1h e 30m, se você gosta desse tipo de filme, te recomendo `Velozes e Furiosos 4`!

TRAILER




sábado, 18 de abril de 2009

Heaven and Hell - The Devil You Know (2009) - Download

01. Atom & Evil
02. Fear
03. Bible Black
04. Double The Pain
05. Rock And Roll Angel
06. The Turn Of The Screw
07. Eating The Cannibals
08. Follow The Tears
09. Neverwhere
10. Breaking Into Heaven

DOWNLOAD

http://www.megaupload.com/?d=D54IE4Y4




Motoqueiro Fantasma (Ghost Rider, E.U.A, 2007) - Download -RMVB


Sinopse : Johnny Blaze (Nicolas Cage) trabalha como dublê e piloto de motocicleta. Há muito tempo ele fez um pacto com Mefisto (Peter Fonda) para proteger as duas pessoas que mais amava: seu pai, Barton (Brett Cullen), e sua namorada de adolescência, Roxanne Simpson (Eva Mendes). Em troca Johnny se transforma à noite no Motoqueiro Fantasma, o justiceiro de alguns demônios bastante cruéis. Forçado a obedecer as ordens de Mefisto, Johnny decide enfrentá-lo de forma a usar sua maldição para proteger pessoas inocentes.
DOWNLOAD
TRAILER



A Morte do Capitão Marvel (1982) - HQ Scan Download


Obra-prima! Genial HQ escrita e ilustrada pelo grande Jim Starlin, `A Morte do Capitão Marvel` foi uma das primeiras `Graphic Novels` editadas pela Marvel, e também foi uma das primeiras histórias em que um personagem principal morre.
E nesse caso a morte foi mantida!
Baixe!
DOWNLOAD
CDisplay - Programa para ler HQ´s

Super Interessante - Abril 2009 - Download

DOWNLOAD

Presságio (Knowing, E.U.A, 2009)

Direção: Alex Proyas
Roteiro: Ryne Douglas Pearson, Juliet Snowden
Produção: Todd Black, Jason Bluementhal, Alex Proyas, Steve Tisch
Estúdio: Paris Filmes
Elenco: Nicolas Cage, Rose Byrne, Chandler Canterbury, D.G. Maloney, Lara Robinson, Nadia Townsend, Alan Hopgood, Adrienne Pickering, Joshua Long, Danielle Carter

Excelente! O primeiro filmaço do ano, com um enredo inteligente, inovador, e inquietante, `Presságio` se dá ao luxo de ser `diferente` em uma época de tanta mesmice.
Há mais ou menos 1 ano Hollywwod vem batendo na tecla `ecologia`, lançando filmes e mais filmes com tramas que abordam os efeitos da agressão que os seres humanos vem fazendo à Terra, mas só agora, com `Presságio`, um filme com essa temática finalmente `acertou no alvo`!
A trama, inteligente, de `Presságio` começa nos aparentemente inocentes anos 50, com um grupo de crianças em uma escola colocando desenhos e outras coisas em uma cápsula do tempo que só será aberta em 2009, mas uma das crianças não está desenhando naves espaciais ou robôs, e sim fazendo uma macabra, e aparentemente infindável, seqüência de números!
Corte para 2009, a cápsula é aberta e os papéis são entregues às crianças que hoje estudam na mesma escola do começo do filme, a seqüência de números é entregue ao filho de John Koestler, renomado astrofísico do M.I.T, que intrigado com os números começa a pesquisa-los (tomando generosas doses de whisky!) e descobre o segredo que eles escondem, o que desencandeia todos os acontecimentos do filme.
Apesar do bom roteiro do filme, cinéfilos inveterados `matam` na hora o final do filme quando fica claro que a garotinha Abby, como o filho de John, também escuta as vozes dos `sussurrantes`.
Apesar disso `Presságio` surpreende e ousa com seu final, ao contrário de outras produções do gênero, os extraterrestres/entes sobrenaturais não se comovem com as tão faladas `dignidade e grandeza` humanas e levam seu plano até o final.
Acho que falei demais............
`Presságio` começa como um típico filme de terror, se transforma em um filme de `conspiração`, catástrofe, drama, e um pouquinho de ação, e em sua parte final se torna ficção científica do mais alto nível, de quantos filmes recentes isso pode ser dito?
Destaco a fotografia, sombria e opressiva, e os ótimos efeitos especiais das seqüências de desastre, que de tão realistas dão a impressão de que tudo aquilo está realmente acontecendo.
E para fechar tudo com chave de ouro, o filme ainda traz a `redenção` de Nicholas Cage como ator, vide as autênticas bombas em que ele atuou nos últimos anos.
Uma pergunta: `Eram os deuses astronautas? `
Assista no cinema!


TRAILER



Marvel cria minissérie de heroínas inspirada em Sex and The City


Marvel Divas é o nome do projeto anunciado por Joe Quesada em sua coluna no MySpace. É uma minissérie em quatro capítulos que seu escritor, Roberto Aguirre-Sacasa, descreve como "Sex and The City no Universo Marvel".
Gata Negra, Felina, Flama e Fóton serão as heroínas em destaque. Nas palavras de Aguirre-Sacasa: "Elas são um quarteto inesperado de amigas com DUAS coisas em comum: todas têm vidas duplas e problemas no amor". O escritor ainda diz que não vai fugir da "malícia" na HQ.
"Mas também acho que a série entra em questões mais profundas, fazendo perguntas sobre o que significa... o que realmente significa... ser uma mulher em um mercado dominado por testosterona e armas (e falo tanto do mercado de super-heróis quanto do de quadrinhos)", completa.
O desenhista da mini é o croata Tonci Jonzic. As capas são de J. Scott Campbell. Ainda não foi divulgada qual das heroínas fará as vezes da fogosa quarentona Samantha Jones (mas a gente espera que seja a Gata Negra).

Mad Brasil - Março 2009 - Download


Produtora diz que X-Men: First Class vai mesmo mostrar passado dos mutantes


Nos quadrinhos, X-Men: First Class é uma minissérie que narra os primeiros dias da escola para jovens superdotados de Charles Xavier. No cinema, a 20th Century Fox dava a entender que o filme apresentaria uma nova geração de mutantes, mas parece que veremos, mesmo, os primeiros dias da equipe clássica, da qual faziam parte Ciclope, Jean Grey, Anjo, Fera e Homem de Gelo.
Quem diz é a produtora da trilogia X e do longa de First Class, Lauren Shuler Donner, no programa Life after Film School do Fox Movie Channel. "É a primeira classe da escola de Xavier, lá atrás, com os jovens Scott, Jean e Fera, então vai ser muito divertido. Acho que a ideia é seguir as histórias de cada um desses personagens e reintroduzi-los no universo dos X-Men. Se tudo der certo, First Class vai virar uma franquia própria, e daí conseguiremos acompanhar o crescimento deles", disse.
Oficialmente, Josh Schwartz (produtor das séries de TV Gossip Girl, Chuck e The O.C.) está escalado para escrever o filme. Ainda não está definido quais mutantes aparecerão, mas na época do anúncio oficial a Variety comentava que a trama incluiria Vampira, Colossus, Jubileu e Lince Negra, entre outros - o que seria uma contradição se pensarmos na cronologia oficial dos X-Men.
Na produção, ao lado de Lauren Shuler, permanece Simon Kinberg (roteirista de X-Men: O Confronto Final). Ainda não há diretor contratado.
A produtora informou ainda que o filme solo do mutante Magneto também segue em desenvolvimento.

The Spirit - O Filme (The Spirit, E.U.A, 2008)

Direção: Frank Miller
Roteiro: Frank Miller
Produção: Michael E. Uslan, Gigi Pritzker, Deborah Del Prete
Estúdio: Columbia Pictures
Elenco: Gabriel Macht, Samuel L. Jackson, Scarlett Johansson, Eva Mendes, Jaime King, Paz Vega, Sarah Paulson, Stana Katic, Johnny Simmons, Dan Lauria

Estou indeciso, uma parte de mim, o cinéfilo, quer gritar: esse filme é uma m....!; e outra parte de mim, o fã do Miller, fica falando: calma, esse foi o 1º filme que o Miller dirigiu sozinho, dá um desconto pro cara!
Na real, até agora não sei se gostei ou não do filme, ele é bastante diferente de quase tudo que está rolando hoje em dia, o que é sempre louvável, mas no caso do `Spirit`, esse `diferente` é um diferente esquisito.
Miller optou por revisitar a estética visual de `Sin City` que ele e Robert Rodiguez criaram em `Sin City`, e isso acabou sendo um dos destaques de `Spirit`, a fotografia é simplesmente sensacional, especialmente nas cenas que mostram a paisagem de Central City.
Mas se a fotografia é primorosa, o roteiro é confuso ao extremo, totalmente non-sense.
Não tenho um conhecimento enciclopédico da mitologia do Spirit, mas a conheço razoavelmente bem.
E é aí que está um dos maiores problemas do filme, Miller descaracterizou o universo criado por Will Eisner, o que é lamentável, visto que os 2 eram amigos.....
Ao contrário da maioria absoluta dos diretores de cinema, que começam suas carreiras com curtas-metragens e/ou filmes de baixo orçamento, Miller foi jogado direto no `olho do furacão`, em uma multi-milionária produção Hollywoodiana, o resultado final era uma `tragédia` mais ou menos anunciada.
O que eu realmente gostei no filme foi o selecionadíssimo elenco feminino, com várias beldades magnificamente capitaneadas pela maravilhosa, sensual, curvilínea, voluptuosa, primeira e única Eva Mendes!
¡Muy hermosa!
As cenas de ação, apesar dos `exageros`, também merecem destaque, e é só isso que eu tenho para falar sobre o filme.
Ao contrário de muita gente, ainda não considero o Miller carta fora do baralho, mas tá difícil.........
Não foi dessa vez, quem sabe no próximo filme?
Assista por sua conta e risco!


TRAILER

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Public Enemy - It Takes A Nation .... (1988), Fear Of a Black Planet (1990), Apocalypse 91...The Enemy Strikes Black(1991) - Download

Public Enemy! Se eu fosse discorrer sobre o contexto musical, social e político de cada um desses discos, sem falar na importância do Public Enemy para a música e a cultura em geral do século XX, teria que escrever um verdadeiro tratado!
Esses discos falam por eles mesmos, na minha opinião são o auge da carreira do Public Enemy, FIGHT THE POWER!!!!!!!!


1. Countdown To Armageddon
2. Bring The Noise
3. Don't Believe The Hype
4. Cold Lampin' With Flavor
5. Terminator X To The Edge Of Panic
6. Mind Terrorist
7. Louder Than A Bomb
8. Caught, Can We Get A Witness?
9. Show Em Whatcha Got
10. She Watch Channel Zero?!
11. Night Of The Living Baseheads
12. Black Steel In The Hour Of Chaos
13. Security Of The First World
14. Rebel Without A Pause
15. Prophets Of Rage
16. Party For Your Right To Fight
DOWNLOAD

1. Contract On The World Love Jam
2. Brothers Gonna Work It Out
3. 911 Is A Joke
4. Incident At 66.6 FM
5. Welcome To The Terrordome
6. Meet The G That Killed Me
7. Pollywanacraka
8. Anti-Nigger Machine
9. Burn Hollywood Burn
10. Power To The People
11. Who Stole The Soul
12. Fear Of A Black Planet
13. Revolutionary Generation
14. Can't Do Nuttin' For Ya Man
15. Reggie Jax
16. Leave This Off Your Fu*kin Charts
17. B Side Wins Again
18. War At 33 1/3
19. Final Count Of The Collision Between Us And The Damned
20. Fight The Power
DOWNLOAD
1.Lost At Birth
2. Rebirth
3. Nighttrain
4. Can't Truss It
5. I Don't Wanna Be Called Yo Nigga
6. How To Kill A Radio Consultant
7. By The Time I Get To Arizona
8. Move!
9. 1 Million Bottlebags
10. More News At 11
11. Shut Em Down
12. A Letter To The New York Post
13. Get The F--- Outta Dodge
14. Bring Tha Noize (w/Anthrax)
DOWNLOAD
Public Enemy-She Watch Channel Zero
Public Enemy - Don't Believe The Hype
Public Enemy - Fight The Power
Public Enemy - 911 Is A Joke
Public Enemy & Anthrax - Bring the noise




Links originalmente postados no ótimo Blog UNDERGROUND HIP HOP ALBUM COLLECTION BLOG, um verdadeiro `museu` de álbuns de rap, visite!

Punisher: War Zone (E.U.A, 2008) - Download


Terceira (!!!!) tentativa da Marvel de criar uma franquia baseada em Frank Castle, o Justiceiro.
O filme teve uma sem número de situações complicadas durante sua produção, e não foi de jeito nenhum o sucesso que a Marvel e os outros envolvido$$$ na produção do filme esperavam, não chegou nem a ser lançado em cinemas no Brasil, vai sair direto em DVD......
DOWNLOAD
TRAILER


Wolverine - Dívida de Honra (1982) - HQ Scan Download

Para ajudar sua amada Mariko Yashida, Wolverine vai ao Japão e enfrenta a mais perigosa seita de assassinos do planeta, o Tentáculo.
Nesta jornada sangrenta, Logan põe em risco algo ainda mais importante que sua vida: a mulher que ama e sua própria humanidade.
Minissérie aclamada dos anos 80, com os maiores nomes da época, Chris Claremont e Frank Miller, que a `4 mãos` (com a ótima arte -final de Joe Rubistein) fizeram essa obra - prima que praticamente definiu o arquétipo do Wolverine que nós conhecemos hoje!

DOWNLOAD
CDisplay - Programa para ler HQ´s

Dupla confirma que está escrevendo o filme de Venom

O filme de Venom, o inimigo do Homem-Aranha apresentado no terceiro filme da série, foi oficializado. Paul Wernick e Rhett Reese, dupla de Zombieland, confirmaram em entrevista que estão escrevendo a aventura.
Os roteiristas, porém, estão sob cláusulas de confidencialidade e não podem comentar coisa alguma sobre o filme. "É supersecreto", disseram.
Wernick e Reese comentaram também que são grandes fãs do personagem e que estão fazendo suas lições de casa para fazerem justiça a ele. A dupla concluiu o assunto se dizendo "aterrorizada" com a responsabilidade.
O filme ainda não tem cronograma definido e permanece incerta a volta de Topher Grace como Eddie Brock.

Fonte: Omelete http://www.omelete.com.br

DJ Jamaika e Rei fazem as pazes com GOG publicamente

No lançamento do DVD `Cartão Postal Bomba`, no começo desse mês em Brasília, DJ Jamaika e Rei subiram ao palco e publicamente colocaram um fim na treta entre eles e GOG, que já durava quase 15 anos.
Quem te viu, quem te vê...........

Mundo Estranho - Abril 2009 - Download

DOWNLOAD

Em 27/03 o Soulfly fez um show sem Max Cavalera!

O evento inusitado aconteceu em Odense, Dinamarca, quando Max adoeceu (não foi divulgado que tipo de doença o acometeu) e a banda decidiu fazer a data assim mesmo.
Bobby Burns e Marc Rizzo fizeram a maior parte dos vocais, e Luis Marrufo (do Incite, banda do enteado de Max, Ritchie Cavalera, que está abrindo a tour européia do Soullfly) tocou a guitarra base no lugar de Max.
O Soulfly já está trabalhando no sucessor de `Conquer`, segundo Max as novas músicas são curtas e soam como uma mistura de Minor Threat, Slayer da época do `Reign in Blood`, Soulfly e world music!

SOULFLY - REFUSE/RESIST
SOULFLY - PROPHECY


Sepultura e Angra fazem pela 1º vez turnê juntos pelo Brasil e América do Sul

As duas maiores bandas brasileiras de metal, Sepultura e Angra, saem juntas pela primeira vez para uma grande turnê, que irá abranger todo o território nacional e América Latina. A tour, composta por mais de 20 cidades, e que inclui apresentações nas maiores casas de show do país, como Via Funchal em São Paulo e Canecão no Rio de Janeiro, ocorre durante os meses de maio, agosto e setembro.O Sepultura dá início à turnê brasileira do recém-lançado CD A-Lex, após realizar uma turnê européia por mais de 20 países em fevereiro e março. A banda já tem a agenda lotada em 2009, com shows na Europa, Estados Unidos e Ásia. O disco, que acabou de ser lançado mundialmente e no Brasil pela gravadora Atração em janeiro tem sido muito elogiado pela imprensa especializada nacional e internacional.O Angra, após um hiato de cerca de dois anos, volta para mostrar que continua com força total. A banda prepara um grande retorno, com um repertório que abrange os maiores sucessos do grupo e algumas surpresas.Os thrash metallers do Sepultura, Derrick Green (vocal), Andreas Kisser (guitarra), Paulo Xisto (baixo) e Jean Dolabella (bateria) dividem o palco com Edu Falaschi (vocais), Kiko Loureiro (guitarra), Rafael Bittencourt (guitarra) e Felipe Andreoli (baixo). Ricardo Confessori, um dos primeiros membros do Angra, retorna ao grupo e substitui Aquiles Priester na bateria.Estes são os shows confirmados para o mês de maio:

6/5 - Porto Alegre - Teatro do Bourbon Country
9/5 - São Paulo - Via Funchal
29/5 - Rio de Janeiro - Canecão
30/5 - Vitória - Ginásio Dom Bosco
31/5 - Belo Horizonte - Chevrolet Hall

RICARDO CONFESSORI


Green Lanter: First Flight - Trailer

A Warner Home Video soltou o primeiro trailer de Green Lantern: First Flight, longa animado do Lanterna Verde que sairá em DVD e Blu-ray nos EUA em 21 de julho (uma semana antes do originalmente previsto, 28 de julho). Confira:
Na trama, o recruta da tropa dos Lanternas Verdes Hal Jordan é colocado sob a supervisão do veterano Sinestro. Mas o terráqueo logo percebe que seu mentor é, na verdade, a figura central de uma conspiração secreta que ameaça a filosofia, as tradições e a hierarquia da Tropa dos Lanternas Verdes. Hal precisa dominar rapidamente seus novos poderes e combater a ameaça se quiser manter o equilíbrio do universo e a ordem na Tropa.
A direção é de Lauren Montgomery, que já assinou os desenhos da Mulher-Maravilha e Superman Doomsday. A animação terá vozes de Christopher Meloni (Hal Jordan/Lanterna Verde), Victor Garber (Sinestro), Tricia Helfer (Boodikka) e Michael Madsen (Kilowog).

TRAILER

Sacred Reich anuncia tour européia para 2009


O velho Sacred Reich irá fazer um único show em solo estadunidense esse ano, no dia 16/05, em Tempe, Arizona (seu estado natal), após esse show a banda inicia em 30/05 uma tour européia, cuja 1º data é no tradicional Dynamo, na Holanda.
A tour também terá datas na Alemanha, Inglaterra, Suíça e Bélgica.


SACRED REICH - SURF NICARAGUA


O que aconteceu com Frank Miller?



O que aconteceu com Frank Miller?
Por Sidney Gusman
(01/04/09)

Frank Miller sempre foi um de meus roteiristas favoritos. Tanto que, há alguns anos, quando ainda editava a revista Wizard, numa de minhas colunas coloquei o nome dele ao lado dos de Alan Moore e Neil Gaiman no que classificava como a tríade de craques do quadrinho norte-americano desde a década de 1980. Afinal, ele traz no currículo obras como O Cavaleiro das Trevas, Batman - Ano Um, Elektra Assassina, a brilhante fase à frente do Demolidor, Ronin, Os 300 de Esparta, Sin City e outras.Mas, como se nota na primeira frase deste texto, o verbo está no passado. Isso porque, desde Os 300 de Esparta, de 1998, não leio nada que preste de Frank Miller. Há mais de um ano tenho divergido completamente de meu amigo Eduardo Nasi, no que se refere a Grandes Astros - Batman, desenhado por Jim Lee. Num ponto, contudo, concordamos: a série é um lixo. Mas o Nasi, que resenha o título, considera que essa ruindade é proposital, uma afronta de Miller ao mercado, como se dissesse: "Viram, nerds babacas? Eu posso fazer essa porcaria. E ainda me pagam - e bem - por isso". Pra mim, ele está mesmo em péssima fase. Perdeu a mão. E faz tempo.O Batman neurótico e estapafúrdio de Miller foi colecionando, na mesma proporção, momentos deprimentes (o que foi a edição em que o herói se pinta de amarelo para encarar o Lanterna Verde?), atrasos constantes e pauladas da imprensa e dos leitores. Pra piorar sua situação, Grandes Astros - Superman, escrito por Grant Morrison e desenhado por Frank Quitely, mostrou-se uma série extremamente bem-sucedida junto ao público e à crítica.Nas conversas com o Nasi, argumentei que, para mim, a prova cabal da decadência de Miller viria com o filme Spirit. Qualquer pessoa com um conhecimento razoável do mercado de quadrinhos sabe que ele idolatrava Will Eisner (chegaram até a lançar, juntos, em 2005, o livro Eisner/Miller, publicado nos Estados Unidos pela Dark Horse) e jamais macularia a principal criação do seu velho mestre de forma "proposital", como estaria fazendo com Grandes Astros - Batman. E após assistir a Spirit, filme escrito e dirigido por Frank Miller, o desejo que eu nutria de estar errado foi-se embora. Nos 108 minutos em que fiquei ali, em frente à telona, imaginei Will Eisner se revirando no túmulo. Que coisa lamentável! E que fique claro: durante a exibição, não foi a palavra "coisa" que me vinha à cabeça para definir o que estava vendo.Alguém pode argumentar que Miller, apesar de experiências anteriores no cinema, é um estreante como diretor e teria pagado pelo noviciado nessa área. Mas é preciso lembrar que ele também es-cre-veu o roteiro. E mal!Spirit não é uma adaptação horrível apenas por Miller ter desvirtuado o clássico de Eisner (o que ele, efetivamente, fez), mas porque o roteiro é ruim de doer. Mal escrito, não prende o leitor em momento algum e nem se sustenta. O humor presente nas HQs do defensor de Central City virou um pastelão. O personagem ficou superpoderoso - algo que não existia nos quadrinhos. Por mais paradoxal que pareça, o diretor não conseguiu transpor para a telona os enquadramentos cinematográficos que se via nos gibis. E, visualmente, como se notou desde os primeiros trailers, o longa-metragem é quase uma cópia de Sin City.Enfim, Spirit apenas foi a pá de cal de um declínio que começou em O Cavaleiro das Trevas 2, o que alguns fãs - talvez míopes pela idolatria ao grande Frank Miller do passado - não quiseram (e ainda não querem) enxergar.Aliás, algum tempo após o lançamento daquela tralha, até tentei me incluir dentre os que achavam que aquilo era uma mera provocação do autor àqueles que tanto o amolaram para fazer uma continuação da obra seminal dos quadrinhos de super-heróis, ao lado de Watchmen. Mas isso durou pouco. A história é, mesmo, algo que jamais deveria ter sido feito e merece apenas o esquecimento.É triste constatar que, nos últimos anos, no mercado de quadrinhos, Frank Miller foi mais noticiado por declarações "polêmicas" sobre a revista Wizard do que pelos grandes trabalhos que, há bastante tempo, eram a sua marca registrada.Como construiu sua carreira no gênero super-heróis, há leitores que brincam, dizendo que este Frank Miller dos últimos anos deve ser uma versão distorcida de uma das 52 Terras do Multiverso ou, então, que ele teria sido substituído por um skrull. Infelizmente, não. Nenhuma dessas patacoadas seria suficiente para encobrir o que realmente está acontecendo: o autor não é mais aquele! Seus dias de gênio da nona arte ficaram para trás, como atestam o acúmulo de erros e a produtividade cada vez mais esparsa.Pior: Miller parece ter perdido o interesse pelos quadrinhos, e se mostra acomodado pelo muito que conquistou durante sua carreira. É um direito que tem, óbvio, mas ele não assume isso publicamente por razões óbvias: este mercado sempre lhe será um porto seguro, independentemente das lambanças que faça no cinema.Além disso, para Frank Miller, é cômodo alimentar a especulação de que tem feito HQs sofríveis de forma proposital. Afinal, isso é muito melhor do que admitir que, criativamente, o outrora craque da arte sequencial está em franca decadência.
Comente este artigo no Blog do Universo HQ.
Sidney Gusman, apesar de tudo, é um otimista: ainda crê que o "velho" Frank Miller ressurja. Afinal, quem sabe ele não se inspire num certo Bruce Wayne cinquentão que reencontrou o prazer no que fazia mesmo depois de aposentado?


Fonte: Universo HQ http://www.universohq.com.br

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Watchmen (Watchmen, E.U.A, 2009)


Estúdio: Warner Bros.
Direção: Zack Snyder
Roteiro: David Hayter, Alex Tse
Produção: Lawrence Gordon, Deborah Snyder, Lloyd Levin, Herb Gains
Elenco: Carla Gugino, Patrick Wilson, Malin Akerman, Billy Crudup, Jeffrey Dean Morgan, Jackie Earle Haley, Matthew Goode, Matt Frewer, Danny Woodburn, Stephen McHattie.


Bom filme, esperava mais de `Watchmen` mas sou o 1º a reconhecer que é virtualmente impossível ser feita uma adaptação cinematográfica 100% fiel à HQ, principalmente por causa da complexidade da história, repleta de tramas, sub tramas, e citações filosóficas, metafísicas, existenciais e mitológicas.
Talvez a obra pudesse ser adaptada em sua totalidade em um filme de 4 ou 5 horas, o que chegou a ser cogitado, mas isso seria inviável do ponto de vista comercial, e na fria lógica dos executivos dos estúdios de Hollywood isso sempre é um fator decisivo.
Dentro do possível o filme de Zack Snyder é fiel à seminal obra de Alan Moore e Dave Gibbons, alguns elementos da história foram ligeiramente alterados ou suprimidos, e algumas partes do final não são exatamente iguais à HQ, mas isso não chega a `estragar` o filme.



Mas se por um lado algumas alterações foram feitas, por outro lado várias, muitas, seqüências são adaptações ipsis literis de seqüências da HQ original, o que é uma verdadeira `festa` para os fãs!
Tecnicamente o filme é impecável, com um maravilhoso trabalho de fotografia e figurinos, principalmente os uniformes dos Minutemen, que de tão coloridos nos fazem ver o tanto que seria espalhafatoso nossos adorados super-heróis com seus trajes extravagantes no mundo real.
Os efeitos especiais, principalmente os relacionados ao Dr. Manhattan são um show à parte, magníficos!
Para o desespero dos fãs, nos quais me incluo, ` Contos do Cargueiro Negro` e `Sob o Capuz`, respectivamente uma HQ e um livro que são partes importantíssimas de `Watchmen`, não tem destaque no filme, apenas `Sob o Capuz` é citado algumas poucas vezes.Um pouco após o lançamento do filme, em 24/03, o DVD/Blu Ray Watchmen: Tales of the Black Freighter and Under the Hood foi lançado, `Contos do Cargueiro Negro` é um desenho animado, com narração de Gerard Butler (This is Sparta!!!!!) e `Sob o Capuz` é um misto de filme e CGI, com a participação dos atores de `Watchmen`



Uma das coisas que chama bastante a atenção de fãs da HQ original são as cenas de ação, que não são tão freqüentes na HQ, e com certeza foram feitas para atrair um público que não conhece a obra original mas gosta de filmes de ação.
Quem não tiver ao menos alguma noção sobre `Watchmen` corre o risco de não entender nada do filme.
Merece destaque também a ótima trilha sonora do filme, especialmente na seqüência final quando Rorschach e o Coruja vão à Antárdida, ao som de `All Along the Watchtower`, imortalizada na interpretação do Jimi Hendrix Experience!
Se você é fã da HQ original vá ao cinema assistir `Watchmen`, ao menos um pouco você irá gostar!




TRAILER
Tales of the Black Freighter Official Trailer






Dia dos Namorados Macabro (My Bloody Valentine, E.U.A, 2009)

Diretor: Patrick Lussier
Estúdio: PlayArte
Roteiro: Todd Farmer, Zane Smith
Produção: Jack L. Murray
Elenco: Jensen Ackles, Jaime King, Kerr Smith, Betsy Rue, Edi Gathegi, Tom Atkins, Kevin Tighe, Megan Boone, Karen Baum, Joy de la Paz.

Legalzinho, na tentativa de criar na `marra` uma nova franquia de terror, o estúdio PlayArte cometeu `Dia dos Namorados Macabro`, que é tosco até dizer chega, mas tem seus encantos!
Pesquisando na web descobri que `Dia dos Namorados Macabro` é uma refilmagem de um filme homônimo canadense da década de 80, sinceramente não me lembro desse filme, e olha que eu sou `viciado` em filmes de terror, pelo que deu para perceber pelas leituras que fiz o `Dia dos Namorados Macabro` de 2009 é bem fiel ao da década de 80.
A trama do filme é um fiapo de história, nunca fica bem claro quais foram os motivos que levaram Harry Warden a se tornar um serial killer, o verdadeiro propósito do filme é mostrar uma sucessão de mortes macabras, no que ele é bem sucedido.
Além de mortes e mortes pra lá de sangrentas e detalhadas, nos mínimos detalhes, o filme de certa forma `ousa` ao mostrar uma longa seqüência de nu frontal feminino!
Que era uma característica sempre presente nos filmes de terror das décadas de 70 e 80, e foi abandonada/banida durante os politicamente corretos anos 90/começo do século XXI.
As tentativas de se justificar as motivações do assassino no final do filme acabam confundindo de vez o espectador, não dá para saber se o que aconteceu foi um caso de esquizofrenia ou de possessão espiritual!
De qualquer maneira, o inevitável gancho para a continuação está lá no final do filme.
O que realmente está chamando a atenção em relação a esse filme é o uso da tecnologia 3D, que permite uma integração incrível do espectador com o filme, o problema é que pouquíssimas salas no Brasil contam com esse recurso em seu sistema de projeção, e a sala em que eu fui assistir o filme aqui em Goiânia não é uma delas.....até em São Paulo e outras metrópoles essas salas são raras.
Não vá ao cinema esperando um filme original ou algo assim, `Dia dos Namorados Macabro` é apenas cinemão pipoca, chega até a ser meio besta, mas diverte durante suas mais ou menos 1h e 20m de duração, existem maneiras piores de se gastar dinheiro, te recomendo esse filme.


TRAILER


sexta-feira, 3 de abril de 2009

Megadeth – Rust in Peace (1990) – Download

Em 1987 as coisas não estavam nada bem no Megadeth, brigas e mais brigas, entre eles e de Mustaine com o produtor Paul Lani, durante as gravações de `So Far, So Good...So What!`, assolavam a banda.
As coisas chegaram em um ponto tão baixo que Mustaine despediu Lani , que insistia em gravar o chimbal separado da bateria (??!!!!??), entre outras `inovações`.
A demissão de Lani aconteceu durante o processo de mixagem do disco, e o veterano produtor Michael Wagener foi chamado para acalmar os ânimos e remixar o disco.
`So Far, So Good...So What!` foi lançado em janeiro de 1988 e foi muito bem recebido pelo público e pela crítica especializada, mas quando chegou a hora de ir para a estrada divulgar o disco o tempo fechou, feio!
Mustaine estava no auge da sua dependência de `tudo`, e os problemas entre ele e os outros membros da banda eram enormes e constantes.
Após bem sucedidas tours com Dio e Iron Maiden, o Megadeth foi escalado para tocar no tradicionalíssimo Castle Donnington Monsters of Rock (Inglaterra) ao lado de Kiss (ui!), Iron Maiden, Helloween, Dave Lee Roth (ui, ui!) e Guns´n´ Roses (ui,ui, ui!), esta edição do festival teve um público excepcional, mas infelizmente aconteceram duas mortes por pisoteamento durante o show do Guns.
Na Europa o Monsters of Rock era um festival itinerante, começava na Inglaterra e seguia por alguns outros países do continente , como deu um ótimo show na versão inglesa do Monsters o Megadeth foi convidado para fazer a tour européia do mesmo, mas após o 1º show da tour o Megadeth abandonou o barco, por causa de seus gravíssimos problemas internos.
Sem mais delongas Mustaine despediu o batera Chuck Beller e o guitarrista Jeff Young, o primeiro por, segundo Mustaine, `não saber tocar` e o segundo por n razões diferentes.
Com a demissão de metade da banda o Megadeth foi forçado a encerrar a tour de `So Far, So Good....So What!` e começar o tedioso processo de escolher novos membros para a banda.
Para completar a baixaria Mustaine foi preso por dirigir bêbado e por posse de narcóticos após bater em um carro que estava estacionado, o motorista do carro estacionado era nada menos que um policial civil, e ele estava dentro do carro na hora da batida!
Mustaine quase foi `pra tranca` mas conseguiu um acordo para se tratar em uma clínica de reabilitação em vez de ir pra prisão, com testes de sangue regulares, acompanhamento psicológico e outras `cositas mas`.
Nick Menza, baterista, já estava de sobre aviso, inclusive já estava viajando com a banda durante a malfadada tour de `So Far, So Good...So What!`, como roadie de Behler, mas na real estava aprendendo as músicas `in loco`!
Para o posto de guitarrista o negócio estava um pouco mais complicado, Mustaine chamou para testes Erik Meyer, do Dark Angel, que já havia sido convidado para entrar no Megadeth antes e na ocasião declinou o convite, o que ele fez novamente.
Mustaine também tentou a sorte com Lee Althus, do Heathen, que chegou a fazer audições com o Megadeth mas não foi aprovado.
Diante disso Mustaine entrou em contato com o guitarrista de uma então pequena e desconhecida banda do Texas.....o Pantera!
Dimebag (na época Diamond) Darrel fez um teste com o Megadeth, agradou bastante a banda e foi convidado para entrar no grupo, mas aí apareceu um problema, ele só entraria se seu irmão, Vinnie Paul, entrasse junto com ele para ser o baterista do Megadeth.
Como Menza já estava oficializado como o novo batera do Megadeth , Mustaine disse não e a história parou por aí.
Após muita procura um dos managers do Megadeth falou de Marty Friedman (que era bastante conhecido na época por seu trabalho no Cacophony ) para Mustaine, que ao ver uma foto de Friedman não foi com a cara dele e não quis nem mesmo testa-lo, mas com muita insistência por parte dos empresários audições foram feitas e Friedman entrou na banda, após passar por um `curso de metal` administrado por Mustaine!
Sem perder tempo, e com Mustaine sóbrio pela primeira vez em 10 anos, o Megadeth entrou no Rumbo Studios em março de 1990 para gravar sua obra prima `Rust in Peace`!
O produtor Mike Clink co-produziu o disco juntamente com a banda (leia-se Mustaine!) e foi o primeiro produtor a conseguir gravar um disco do Megadeth do começo ao fim sem ser despedido!
Essa formação do Megadeth era espetacular, autênticos virtuoses em seus instrumentos, mas sem `viagens` desnecessárias, as músicas que eles compuseram para `Rust in Peace` eram extremamente técnicas, e ao mesmo tempo pesadas e diretas.
Os temas das letras de Mustaine nesse álbum foram: guerra (que surpresa!), críticas políticas/sociais e uma inusitada preocupação com questões ecológicas.
Lançado em 24/09 de 1990 `Rust in Peace` caiu como uma bomba entre o público e a mídia especializada, um verdadeiro estouro que vendeu como água no deserto, inclusive entrando na tradicional parada da Billboard na 23º posição!
Já vi várias vezes em revistas de metal estrangeiras artigos citando `Rust in Peace` como `Thrash Metal elevado ao estado de arte` e o negócio é por aí mesmo, esse disco tem uma musicalidade e um nível técnico absurdo, já nasceu clássico!
Os singles do disco foram `Holy Wars....The Punishment Due` e `Hangar 18`, dois dos maiores clássicos do Megadeth!
Ainda em setembro o Megadeth se juntou ao Slayer, Testament e Suicidal Tendencies para a `Clash of The Titans` tour na Europa, na qual para variar Mustaine brigou com praticamente todas as outras bandas, inclusive quase chegando `às vias de fato` com Mike Muir do ST!
Após a `Clash of the Titans` o Megadeth passou a abrir os shows do Judas Priest, que estava divulgando o disco `Painkiller`, cuja tour durou o resto do ano.
Em janeiro de 1991 o Megadeth fez a sua estréia em solo tupiniquim, no histórico Rock In Rio 2, diante de uma turba ensandecida de 140.000 pessoas, no mesmo dia dos shows de Lobão (diz a lenda que o pau quebrou entre as equipes de Lobão e do Megadeth, inclusive com Lobão dando uma porrada em Mustaine), Sepultura, Queensryche, Judas Priest e outros .
Após esse show o Megadeth fez a `perna` estadunidense da `Clash of The Titans` dessa vez com o Slayer, Anthrax, e Alice in Chains (eca!).
Do mesmo jeito que aconteceu na Europa, a parte norte-americana da `Clash of The Titans` também teve vários e vários `disse me disse` entre Mustaine e as outras bandas.
Após isso o Megadeth fez a sua própria tour norte-americana e européia para divulgar `Rust in Peace`.
Esse foi o disco que realmente transformou o Megadeth em uma banda grande, o ponto de virada na carreira (epa!) deles.
A formação Mustaine/Ellefson/Friedman/Menza ainda lançou os ótimos `Countdown to Extinction` (1992) e `Youthanasia`(1994), mas com `Cryptic Writings` (1997) o Megadeth começou a flertar descaradamente com o pop, ao que tudo indica por causa de Marty Friedman .
Durante a tour de `Cryptic Writings` Nick Menza saiu ou foi despedido do Megadeth (existem várias versões para o episódio) em uma parada muito mal explicada, e foi substituído pelo `pau pra toda obra` Jimmy DeGrasso.
Mas isso já é outra história!
Baixe `Rust in Peace` e viaje em um dos melhores discos de metal da história do estilo!


DOWNLOAD
MEGADETH - HOLY WARS....THE PUNISHMENT DUE
MEGADETH - HANGAR 18
MEGADETH - DAWN PATROL